Publicidade

Correio Braziliense

Neymar presta cinco horas de depoimento no caso Najila

"Estou muito tranquilo. A verdade aparece cedo ou tarde", disse o atacante do Paris-Saint-Germain ao jornalistas ao final do depoimento


postado em 13/06/2019 22:07

(foto: Nelson Almeida / AFP)
(foto: Nelson Almeida / AFP)
O jogador Neymar prestou nesta quinta-feira (13/6) um depoimento de mais de cinco horas na delegacia de Defesa da Mulher de São Paulo sobre a acusação de estupro feita contra ele pela modelo Najila Souza.

"Estou muito tranquilo. A verdade aparece cedo ou tarde", disse o atacante do Paris-Saint-Germain ao jornalistas ao final do depoimento.

O atleta, de 27 anos, foi acusado por Najila de tê-la estuprado em um hotel de Paris no dia 15 de maio. Neymar se declara inocente e diz que se tratou de uma relação consensual. 

Após a acusação, apresentada em São Paulo no dia 31 de maio, o jogador divulgou conversas íntimas com a modelo, o que provocou a abertura de uma investigação por suposto crime virtual, paralela à de estupro.

Já Najila foi denunciada na quarta-feira pela Polícia Civil de São Paulo, por ter posto em dúvida a imparcialidade das investigações.

No programa Conexão repórter, do SBT, ela se referiu ao suposto roubo do tablet onde guardava o vídeo completo de seu segundo encontro com Neymar em Paris.

Quando o jornalista Roberto Cabrini lhe disse que a polícia havia identificado somente impressões digitais suas e de sua empregada na casa, a jovem respondeu: "A polícia está comprada, não é? Estou louca?".

No momento, apenas um minuto dessas imagens gravadas no dia seguinte do suposto estupro foram vazadas. Nelas Najila aparece agredindo o jogador e reclamando de que ele a teria agredido no dia anterior, durante o encontro de 15 de maio em Paris.

Nestas últimas duas semanas, três advogados desistiram de defender a mulher.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade