Publicidade

Correio Braziliense

''Educação é a base do empreendedorismo'', diz criador do Instituto Êxito

Em entrevista, Janguiê Diniz comenta sobre os projetos que o instituto empreende


postado em 25/06/2019 06:00

(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
(foto: Marcelo Ferreira/CB/D.A Press)
O Instituto Êxito ou Instituto Latinoamericano de Empreendedorismo, Inovação e Desenvolvimento Sustentável nasceu da crença de que empreendedores podem contribuir com conhecimento e experiência para que jovens, especialmente os carentes e de escolas públicas, se desenvolvam e descubram o dom empreendedor que existe neles. O projeto tem origem na ideia de que, independentemente da classe social e econômica, qualquer pessoa pode colocar seus sonhos em prática e, por meio do empreendedorismo, melhorar a realidade e a comunidade na qual vive.

Vários grandes nomes do empreendedorismo brasileiro se uniram ao projeto, que trará cursos on-line gratuitos de desenvolvimento pessoal e profissional, mentoria com os empreendedores sócios, e fornecerá apoio financeiro aos empreendedores. Um dos fundadores e atual presidente do Instituto Êxito, dono do grupo Ser Educacional, Janguiê Diniz conta que a educação transformou a vida dele, e que o objetivo é que outras vidas também possam ser transformadas.

Qual foi o papel da educação na sua vida?

Aos oito anos, eu era engraxate de rua. Meus pais não tiveram acesso à educação. Foi por meio da educação que eu consegui transformar minha vida e construir um grande projeto de empreendedorismo.

Como a educação e o empreendedorismo se relacionam?

Um dos pilares do empreendedorismo é o conhecimento — não necessariamente acadêmico, mas sobre o mercado, sobre a clientela, sobre o produto. A arte de empreender passa por adquirir o máximo possível de conhecimento, daí a relação com a educação.


O que é necessário para se tornar um empreendedor?

Além do conhecimento, é imprescindível ter um sonho. Mas é preciso transformar esse sonho em um projeto de vida. Traçar metas, e, com muita determinação, disciplina, persistência e foco, com muito trabalho, o universo conspira para que os projetos deem certo.

Para ser um empreendedor, é necessário abrir uma empresa?

Não. É possível ser um empreendedor em carreiras públicas, é possível ser um empreendedor dentro de uma empresa, é possível ser empreendedor no terceiro setor, fazer empreendedorismo social, é possível empreender na vida pessoal. Empreendedorismo é sobre melhorar a vida e a sociedade.


Como surgiu a vontade de criar o Instituto Êxito?

Fundei uma rede com mais de 60 faculdades no Brasil, mas sentia que podia fazer mais. Há cerca de dois anos, tive a ideia de criar o Instituto Êxito. Queria criar algo que pudesse atingir milhares de pessoas ao mesmo tempo. Todo mundo nasce com um dom empreendedor, que, estimulado, pode se desenvolver. Para isso, me juntei com vários colegas empreendedores.


De que forma o Instituto Êxito atuará?

Por meio de uma grande plataforma on-line que reunirá centenas de cursos sobre empreendedorismo e desenvolvimento pessoal. A ideia é atingir jovens carentes. Pretendemos fazer convênios com secretarias de educação e atingir 1 milhão de jovens em cinco anos. Lançada há um mês, a plataforma já conta com dezenas de cursos e mil jovens cadastrados. Trabalharemos também com mentoria on-line.Teremos também microcrédito com juros sociais, e, o mais importante, vamos criar o movimento Êxito Social, uma corrente do bem. Quem for beneficiado pelo Instituto Êxito terá que devolver algo para a sociedade em forma de projetos sociais, culturais, educacionais ou ambientais. Dessa forma, pretendemos transformar realidades no Brasil.

Qual a importância desse projeto para o Brasil?

É de extrema importância, porque chegará a todas as regiões do país. Eu acredito que o projeto pode fazer com que o Brasil seja um grande país empreendedor. Quando se une empreendedorismo com educação, é possível transformar uma nação.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade