Publicidade

Correio Braziliense

Polícia Civil de SC fecha fábrica que falsificava carros de luxo

Sob encomenda, os veículos falsificados eram das marcas Ferrari e Lamborghini e eram comercializados para todo o país


postado em 16/07/2019 11:19 / atualizado em 16/07/2019 11:20

(foto: Polícia Civil/Divulgação )
(foto: Polícia Civil/Divulgação )
A Polícia Civil de Santa Catarina fechou, nesta segunda-feira (15/7), uma fábrica clandestina de falsificação de veículos de luxo, na cidade de Itajaí. De acordo com o Setor de Investigações Criminais da 1ª Delegacia da cidade, os carros falsificados eram das marcas Ferrari e Lamborghini e eram comercializados para todo o país.

Os veículos eram montados por encomenda e tinham venda divulgada por meio de redes sociais. Na fábrica clandestina, foram apreendidos diversos chassis, moldes, ferramentas e fibras utilizadas na falsificação. Cada réplica era vendida por valores entre R$ 180 mil e R$ 250 mil. Os modelos originais são vendidos no mercado entre R$ 1,5 milhão e R$ 3 milhões.

As investigações começaram após representantes das próprias marcas entrarem em contato com a Polícia Civil de Santa Catarina. Na ação policial, foram presos pai e filho sob a acusação de serem os principais falsificadores das marcas no Brasil. Os acusados serão indiciados por crimes contra a propriedade industrial. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade