Publicidade

Correio Braziliense

Famosos fazem apelo nas redes sociais sobre queimadas na Amazônia

Segundo o Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia (IPAM), até 14 de agosto foram registrados 32.728 focos de calor


postado em 21/08/2019 16:47 / atualizado em 21/08/2019 18:14

IPAM: 32.728 focos de calor foram identificados na Amazônia(foto: Daniel Beltrá/Greenpeace)
IPAM: 32.728 focos de calor foram identificados na Amazônia (foto: Daniel Beltrá/Greenpeace)
Com a concentração de queimadas na Amazônia, milhares de pessoas ao redor do mundo têm se mobilizado nas redes sociais. A hashtag #PrayForAmazonas está entre as mais utilizadas mundialmente no Twitter e Instagram.

Várias celebridades também postaram, nas redes sociais, conteúdo em apoio à preservação da Floresta Amazônica, como a atriz Bruna Marquezine, que pediu, no Instagram, para que os usuários do aplicativo assinassem a petição da ONG Greenpeace “Save The Amazon”.

A atriz e cantora americana Demi Lovato também se solidarizou com a causa e postou nos Stories do Instagram: "A Amazônia tem queimado há três semanas e só agora estou descobrindo isso, por causa da falta de cobertura da mídia. ESTE É UM DOS ECOSSISTEMAS MAIS IMPORTANTES DA TERRA. ESPALHE CONSCIENTIZAÇÃO #PrayforAmazonia", escreveu a cantora e, em outro Stories, continuou: "Se você não é do Brasil e não sabe o que está acontecendo aqui, aqui vai. A maior floresta tropical do mundo está em chamas, pelo 16º dia. E a mídia não está dando a mínima para isso. #PrayforAmazonia".

Já o filho de Will Smith, Jaden Smith, se pronunciou no feed do aplicativo de fotos: "A Amazônia está no fogo, isso é terrível, é um dos maiores coletores de carbono do mundo, espalhem a palavra".

A musa do funk Anitta postou vários vídeos em apelo às crescentes queimadas no estado. Em um dos registros, a cantora dá ênfase ao pertencimento do território brasileiro à população indígena, que já habitava terras do Brasil muito antes da colonização europeia. 

 

O Instagram foi o meio escolhido pela ativista Luisa Mell para divulgar carta aberta ao presidente Jair Bolsonaro. Na publicação, Mell cita dados do Instituto Nacional de Pesquisa Espaciais a fim de questionar Bolsonaro sobre o silêncio a respeito das queimadas e do desmatamento descontrolado.  
 
"Senhor presidente da República, respeite o povo brasileiro. Assuma sua responsabilidade! Não nos trate como idiotas. Sim, época de seca na Amazônia, mas as causas naturais não são suficientes para explicar a magnitude dos incêndios neste ano. É um crime contra toda a humanidade o que acontece neste momento. O senhor pode dizer que os números mentem, pode tentar acusar os cientistas de estarem contra o senhor. Pode tentar jogar a culpa nas ongs. Mas a verdade se impõe. Será o senhor um esquecido?", afirma Luisa Mell em trecho da carta.
 
Outros artistas também se pronunciaram acerca do assunto, como o rapper Chris Brown, a atriz Cara Delevigne, a cantora Lauren Jauregui e a modelo internacional Gisele Bündchen.

Ver essa foto no Instagram

Although I%u2019ll admit prayer helps me breathe most days, It can%u2019t quite do the same job the Amazon in Brazil does for the human populace (not to mention all the life forms on this planet that also need oxygen to survive.) The Amazon has been burning for the past almost 3 weeks with little to no media coverage. The Amazon is responsible for 20% of our oxygen. Gaia is screaming. We are truly so disrespectful to our children, and our grandchildren, and their children. Awareness is one thing but I truly wanna know when we%u2019re all going to wake up and feel the poison in our lungs. I honor mama Gaia today and pray for our collective healing and growth towards understand that this is our only home. We borrow it from our children, and the mess we have made on it is so carelessly destructive. All in the name of the almighty dollar. It alarms me that so many in possession of power on this planet truly do not care about or even believe in the crisis we face. It pains me that they continue to deny, suppress truth and spew out false information. To roll back policies that protect our environment and native people%u2019s rights all while profiting off the lands and people they continue to destroy. What is happening in the Amazon, what is happening in Hawaii, is all connected. We should all be paying very close attention to the way our chosen leaders treat the planet we live on and only have one of. We should be very very aware during election season so closely upon us, but we should also be figuring out ways to be conscious of our environment and our interaction with it every day. My heart hurts for all the animals whose homes have been destroyed, for all of the indigenous peoples who have been affected by the loss of this land, for all of the unique plant life and beauty that we have just lost as a collective family on this planet. Offering up all the healing energy I can muster. %u2764%uFE0F%uD83D%uDE4F%uD83C%uDFFC%u2728

Uma publicação compartilhada por Lauren Jauregui (@laurenjauregui) em

 


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade