Brasil

Youtuber Felipe Neto distribui 10 mil livros LGBT na Bienal do Rio

Ação ocorre uma dia após a Prefeitura do Rio de Janeiro pedir o recolhimento de HQ da Marvel com temática gay

Estado de Minas
postado em 07/09/2019 14:40
YouTuber Felipe Neto -  (foto: Divulgação/Felipe Neto)
YouTuber Felipe Neto - (foto: Divulgação/Felipe Neto)
Entre os títulos distribuídos está O youtuber Felipe Neto prepara um contraponto a ação da Prefeitura do Rio de Janeiro, que enviou fiscais para a Bienal do Livro, nesta sexta-feira, orientados a apreender material que contivesse conteúdo pornográfico e com temática LGBT para adolescentes. O caso de censura tinha como alvo uma HQ dos Vingadores chamada ;A Cruzada das Crianças;, que tem uma cena de beijo gay entre dois personagens. Neste sábado, Neto distribui gratuitamente 10 mil livros com temática LGBT na praça de alimentação do local.

A Prefeitura do Rio notificou extrajudicialmente a Bienal, pedindo que os exemplares da edição dos Vingadores fossem lacrados e tivessem classificação indicativa, avisando que o material continha ;cenas impróprias; para menores.

Acionado pela Bienal, o Tribunal de Justiça concedeu liminar para a organização e que impede a prefeitura de ;buscar e apreender; obras e de caçar a licença de funcionamento do evento. De acordo com a decisão, o município não poderá retirar livros de circulação ;em função do seu conteúdo, notadamente aquelas que tratam do homotransexualismo.;

Na ação proposta por Felipe Neto, os livros serão distribuídos dentro de um saco preto, acompanhados de um aviso dizendo: ;Este livro é impróprio - para pessoas atrasadas, retrógradas e preconceituosas.;

Entre os títulos escolhidos pela equipe do youtuber estão ;Dois garotos se beijando;, de David Levithan (Editora Galera), ;Arrase!’, de RuPaul (HarperCollins), ;Boy Erased;, de Garrard Conley (Intrínseca), e ;Ninguém nasce herói;, de Eric Novello (Seguinte).

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação