Publicidade

Correio Braziliense

Morre o garotinho que teve dinheiro de campanha desviado pelo pai

João Miguel, de 1 ano e nove meses, sofria de atrofia muscular espinhal (AME). O pai dele é acusado de pegar o dinheiro doado durante uma campanha para ajudá-lo e gastar com luxos


postado em 17/10/2019 15:54 / atualizado em 17/10/2019 16:18

(foto: Reprodução/Facebook)
(foto: Reprodução/Facebook)
O menino João Miguel, 1 ano e 9 meses, diagnosticado com atrofia muscular espinhal (AME), morreu na manhã desta quinta-feira (17/10).

Sua história ficou nacionalmente conhecida depois que o dinheiro arrecadado em uma campanha para custear seu tratamento foi desviado pelo pai, segundo a polícia.

Segundo informações preliminares, João Miguel passou mal quando viajava de Conselheiro Lafaiete (MG), onde a família reside, a Belo Horizonte, onde tomaria a segunda dose de um medicamento importante para seu tratamento.

Em julho deste ano, o pai do menino foi preso com suspeita de desviar a verba arrecadada de campanhas de doações. Mateus Henrique Leroy Alves, 37 anos, fugiu com mais de R$ 1 milhão e vivia uma vida de luxo em Salvador.
 
*Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade