Publicidade

Correio Braziliense

Sub-17: Fenômeno, Júlio César, Cafu e outros ex-craques estarão na final

Velhos craques do futebol mundial, cartolas e políticos confirmam presença na decisão deste domingo no Bezerrão na final entre Brasil e México


postado em 17/11/2019 17:32 / atualizado em 17/11/2019 19:26

Ronaldo Fenômeno e Cafu na final do Sub-17(foto: Minervino Junior/CB/D.A press)
Ronaldo Fenômeno e Cafu na final do Sub-17 (foto: Minervino Junior/CB/D.A press)

A final do Mundial Sub-17, no Gama, marca o reencontro de velhos rivais da Copa do Mundo. Eles fazem parte do elenco batizado pela entidade máxima do futebol mundial de Fifa Legends. Adversários da decisão de 1998, na França, Ronaldo "Fenômeno" e Youri Djorkaeff, por exemplo, devem se cruzar pelos corredores do Bezerrão. Há 21 anos, o jogador francês levou a melhor na goleada por 3 x 0, em Saint-Denis. O triunfo garantiu o primeiro título mundial dos gauleses. 

Autor dos dois gols do Brasil na final da Copa de 2002 contra a Alemanha, Ronaldo terá as companhias de outros parceiros do penta na tribuna de honra. O capitão Cafu e o zagueiro Roque Júnior também prestigiarão a final. Árbitro da decisão em Yokohama, no Japão, Pierluigi Colina é mais uma atração entre as celebridades. O tetracampeão Bebeto, o ex-goleiro Julio Cesar e a jogadora Rosana reforçarão a torcida pelos adolescentes da Seleção.

Entre os cartolas, o presidente da Fifa, Gianni Infantino, desembarcou neste domingo (17/11) em Brasília. O cartola terá a missão de entregar a taça ao capitão do Brasil, Henri; ou do México, Eugenio Pizzutto. O mandatário da Conmebol, Alejandro Dominguez, é outro nome confirmado na decisão. 

O presidente da República, Jair Bolsonaro, que esteve no empate entre Santos e São Pauo no sábado (16), na Vila Belmiro, não confirmou presença na final. O governador do DF, Ibaneis Rocha, será representado pelo secretário de Esporte e Lazer do DF, Leandro Cruz. Holanda, França e México enviaram embaixadores ao Bezerrão. A CBF contará com o presidente Rogério Caboclo e o secretário geral da entidade, Walter Feldman.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade