Publicidade

Correio Braziliense

BH: Idoso é agredido pela segunda vez pelo mesmo homem ao cobrar dívida

Defesa diz que teme pela integridade física do idoso. De acordo com o advogado, o homem flagrado pela segunda vez agredindo seu cliente segue impune


postado em 06/12/2019 20:17

Assim como na primeira vez, o homem teria sido flagrado por uma câmera de segurança desferindo um soco no idoso(foto: Reprodução)
Assim como na primeira vez, o homem teria sido flagrado por uma câmera de segurança desferindo um soco no idoso (foto: Reprodução)
Mais um boletim de ocorrência foi registrado pelo empresário Jeferson Passos, de 64 anos, contra Michel Simioni, de 36. Suspeito de agredir o idoso pela primeira vez há cerca de dois meses atrás, o homem teria voltado a bater em Jeferson nessa quinta-feira (5/12).  

Assim como na primeira vez, Michel teria sido flagrado por uma câmera de segurança desferindo um soco em Jeferson. De acordo com o advogado da vítima, Igor Oliveira, o suspeito teria seguido o idoso, que saía do Edifício Itatiaia, no Centro de Belo Horizonte — local onde teria ocorrido a primeira agressão. Veja o vídeo:



De acordo com o advogado, em determinado momento, Michel teria ameaçado o empresário. “O Michel sai atrás do Jeferson, o persegue até um lugar onde ele acha que não vai ser flagrado pelas câmeras e fala com o Jeferson: "agora é só eu e você, agora não tem nenhuma câmera para te salvar", conta o advogado.

Segundo consta no boletim de ocorrência, Michel teria cuspido em Jeferson que revidou a ação também com um cuspe. Neste momento, ele teria dado um soco no rosto do idoso, que perdeu o equilíbrio com a força do golpe. Os desentendimentos entre Jeferson e Michel giram em torno de um imóvel localizado no Edifício Itatiaia, onde Jeferson é sindico.

De acordo com o advogado do idoso, a mãe de Michel tem uma dívida com o condomínio. Em um documento protocolado junto a uma ação da promotoria da comarca de BH contra Michel. Jeferson relata uma série de ameaças, agressões e abusos por parte do suspeito.

Igor afirma que apesar dos boletins e ações, o agressor segue impune. “Eu temo pela integridade física do Jeferson, na primeira vez, quando pedimos a prisão preventiva dele, a promotora alegou que eram crimes isolados. Passou dois meses ele foi agredido de novo”, lamenta.

O outro lado

O advogado Ércio Quaresma, que defende Michel, afirmou que o síndico ofendeu o cliente dele antes da briga. “Antes das agressões, Michel e a mãe dele foram ofendidos. A imagem (que mostram as agressões) denotam o comportamento dele (Jeferson) de buscar o conflito. É nítido. Ele não perde a oportunidade de espezinhar o Michel”, comentou o defensor. Segundo ele, familiares do idoso serão denunciados à Justiça por utilizar as redes sociais para postar mensagens contra Michel e a mãe dele. “Vamos entrar com uma queixa-crime contra alguns familiares por ofensas nas redes sociais”, finalizou. 


* Estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade