Publicidade

Correio Braziliense

Mãe de homem vestido de mulher reprovou o exame do Detran três outras vezes

O homem teria ficado "com pena" da mãe, por isso tentou fazer o exame no lugar dela


postado em 12/12/2019 17:57 / atualizado em 12/12/2019 22:22

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
Heitor Márcio Schiave, de 43 anos, foi preso na última terça-feira (10/12) por se vestir de mulher e tentar fazer a prova de direção do Detran no lugar da mãe. Porém, segundo informações da presidente da Comissão Avaliadora do Detran de Rondônia, Aline Mendonça, a senhora já havia realizado o exame três vezes em 2019.

A informação foi coletada pelo jornal Folha de S. Paulo e, segundo a funcionária do Detran, após ser questionado sobre o motivo da mãe não ter ido fazer a prova, Heitor disse que ela não sabia que ele teria ido no lugar dela. Além disso, ele conta que furtou os documentos dela e, em seguida, foi “até a autoescola, imprimiu e pagou a taxa do reteste”. 

Em outro momento, Heitor confessou à presidente da Comissão que teve “pena” da mãe já ter reprovado tantas vezes, por isso quis ajudar. Por outro lado, quando descoberta a falsificação ideológica, a equipe de funcionários do Detran fez uma ocorrência à Polícia Militar para que estes “tomassem as providências necessárias”.

O suspeito foi levado à delegacia e foi indiciado por tentativa de estelionato e por falsidade ideológica. Contudo, ele foi liberado na manhã da última quarta-feira (11/12). A polícia investiga o caso.
 
 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade