Publicidade

Correio Braziliense

Filho de coronel é liberado de blitz enquanto dirigia patrulha; PM apura

Além de dirigir uma carro descaracterizado, o jovem não tinha carteira de habilitação


postado em 13/12/2019 17:27 / atualizado em 14/12/2019 00:26

(foto: Divulgação/ Polícia Militar do Maranhão)
(foto: Divulgação/ Polícia Militar do Maranhão)
O filho do coronel da PM Marco Antônio Terra foi denunciado à Polícia Militar do Maranhão, em 4 de dezembro. O jovem teria sido liberado de uma blitz na Avenida dos Holandeses, em São Luís e, além disso, ele estaria conduzindo uma patrulha da PM sem identificação. 

Segundo nota da Polícia Militar do estado, está determinada "a imediata abertura de procedimento administrativo para apuração dos fatos e adoção das providências legais e administrativas cabíveis". 

O jovem estaria dirigindo o veículo quando acabou abordado por policiais em uma blitz rotineira. De acordo com informações do portal G1, após o garoto apresentar os documentos, as autoridades notaram que ele não tinha carteira de habilitação. 

Além disso, ao analisar a placa do veículo, os policiais responsáveis pela operação de fiscalização teriam descoberto que o carro conduzido pelo filho do coronel pertencia à Polícia Militar. Contudo, antes de dirigi-lo, o garoto teria arrancado o adesivo que deveria estar colado no veículo para comprovar que se trata de um carro corporativo. 

Antes de esclarecer o fato, o jovem teria sido liberado por outros policiais que participavam da blitz e, não obstante, teria continuado a dirigir o veículo.
 
No fim da noite desta sexta-feira (14/12), um documento apontando o afastamento de Terra foi assinaddo pelo governador do Maranhão, Flávio Dino. Leia:
 
(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
 
 
 
  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade