Publicidade

Correio Braziliense

Dois ônibus são incendiados em BH e Grande BH. Criminosos deixam recados

Os veículos de passageiros foram incendiados na noite deste domingo (29/12), no Bairro Goiânia, em BH, e em Esmeraldas na Grande BH. Criminosos deixaram bilhetes para poder público


postado em 30/12/2019 10:56

Bombeiros combatem incêndio criminoso a ônibus no Bairro Goiânia. Bandidos deixaram bilhete(foto: Divulgação / CBMMG)
Bombeiros combatem incêndio criminoso a ônibus no Bairro Goiânia. Bandidos deixaram bilhete (foto: Divulgação / CBMMG)
Dois veículos de transporte de passageiros foram incendiados na noite deste domingo (29/12) por criminosos não identificados que deixaram cartas endereçadas ao poder público, em ação muito comum nos últimos dois fins de ano, geralmente relacionadas a reivindicações de internos do sistema prisional. Ninguém se feriu nessas ações, mas motoristas e passageiros foram ameaçados por armas.

Por volta das 22h, dois bandidos mascarados e um sem máscara, portando um revólver, renderam motorista e passageiros de um ônibus da Linha 5503 (Goiânia A), quando este parou num dos últimos pontos de seu itinerário, na Rua José Arcanjo Sabntiago, número 69. Segundo relato do motorista à Polícia Militar, os bandidos portavam um líquido inflamável e obrigaram os aocuoantes do veículo a o evacuar.

O condutor disse que não conseguiu reconhecer ninguém pois temia por sua vida e correu pela rua pedindo ajuda. Em poucos minutos o fogo iniciado pelos bandidos consumiu o coletivo, deixando um emaranhado de ferragens e lataria fumegantes. Os suspeitos deixaram uma carta de conteúdo não revelado que foi anexada ao boletim de ocorrência.

O outro caso de ataque a ônibus ocorreu em Esmeraldas, na Grande BH, por volta das 20h30, no Bairro Santa Cecília. Um ônibus da linha metropolitana 6400 foi incendiado por seis homens não identificados que também deixaram um bilhete com reivindicações. De acordo com o motorista, os criminosos aparentavam ter menos de 18 anos e um deles colocou uma faca em seu pescoço, enquanto ordenou que os passageiros deixassem o coletivo antes do início da viagem.

Um recipiente com líquido imflamável foi jogado no interior do veículo e foi ateado fogo pelos bandidos que depois fugiram. Populares e o condutor conseguiram apagar o fogo, deixando apenas danos internos. Na carta foram deixados os dizeres: "Aviso represária dos manos, PPP1 e PP2". O veículo liberado para a garagem e a ocorrência encaminhada à Delegacia de Polícia Civil Ribeirão das Neves.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade