Publicidade

Correio Braziliense

Ministério da Justiça autoriza envio da Força Nacional para o Ceará

Agentes vão atuar por 180 dias no combate ao crime organizado


postado em 24/01/2020 19:08 / atualizado em 24/01/2020 19:08

 O prazo de atuação do efetivo poderá ser prorrogado a pedido da PF(foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
O prazo de atuação do efetivo poderá ser prorrogado a pedido da PF (foto: Ed Alves/CB/D.A Press)
Um novo contingente da Força Nacional de Segurança Pública vai ser deslocado para o Ceará, para atuar por 180 dias auxiliando a Superintendência da Polícia Federal (PF) em ações de combate ao crime organizado.

 

O apoio de parte da tropa federativa, formada por policiais militares, civis, bombeiros e peritos cedidos pelos estados e pelo Distrito Federal, foi solicitado pela PF. Assinada pelo ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, a Portaria nº 44, publicada no Diário Oficial da União de ontem (22), não prevê a atuação dos agentes no policiamento ostensivo, ma, sim, no auxílio às ações de polícia Judiciária na investigação de crimes.

 

Por razões de segurança, a Secretaria Nacional de Segurança Pública, à qual a força está subordinada, não divulga o número de agentes mobilizados em diversas ações. O prazo de atuação do efetivo poderá ser prorrogado a pedido da PF, que deverá prestar o apoio logístico necessário à atuação dos agentes da Força Nacional.

 

Em janeiro de 2019, 300 agentes da Força Nacional de Segurança Pública foram deslocados para o Ceará a pedido do governo estadual. Na época, o estado enfrentava uma onda de ataques criminosos contra delegacias, agências bancárias e construções como viadutos e torres de telefonia da Grande Fortaleza e de cidades do interior.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade