Publicidade

Correio Braziliense

Pelo menos 14 morrem por conta das fortes chuvas em BH; há desaparecidos

Pelo menos 14 pessoas morreram e 16 estão desaparecidas. A região metropolitana de BH foi a mais atingida pelos desastres


postado em 25/01/2020 12:24 / atualizado em 25/01/2020 16:26

(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)
(foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press)

As chuvas que atingiram diversas regiões do Minas, nessa sexta-feira (24/1), deixou pelo menos 14 mortos e 16 pessoas estão desaparecidas no estado. Até o meio da manhã deste sábado, os bombeiros confirmaram quatro mortes em Betim e quatro em Ibirité, ambas na região metropolitana de BH, duas na capital, na região do Barreiro, e uma em Matipó e uma em Manhuaçu, na Zona da Mata Mineira.

Na Vila Bernadete, no Barreiro, seis casas foram soterradas em um deslizamento de terra, no início da noite dessa sexta-feira (24). Dois corpos já foram encontrados e sete pessoas ainda estão desaparecidas. 

Em Betim, outro deslizamento de encosta atingiu duas casas. Em um dos imóveis estavam um casal e uma criança, e na outra casa um homem estava sozinho. 

As primeiras mortes registradas ocorreram em Ibirité, na Grande BH, na tarde de sexta-feira, dia de maior índice de chuva já registrado nos últimos 100 anos na Grande BH. Uma mãe, de 25 anos, e seus dois filhos, de 6 meses e 6 anos, e mais uma pessoas de identidade ainda não divulgada morreram soterrados após a casa deles desabarem.

No último balanço divulgados pelo Corpo de Bombeiros, 2.554 pessoas estavam desalojadas e 787 desabrigadas. 

Na manhã deste sábado, Zema vai visitar municípios atingidos pelas fortes chuvas e decretar situação de emergência no estado.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade