Publicidade

Correio Braziliense

Chuva: Duas crianças morrem soterradas no Espírito Santo

Segundo a Defesa Civil, número de mortes chegam a 9 no estado


postado em 25/01/2020 16:23 / atualizado em 25/01/2020 16:24

Ao todo, 12 cidades do sul do Espírito Santo estão em alerta. Há previsão de chuva forte de até 60 milímetros em várias regiões.(foto: Adriano Zucolotto/Governo do Espírito Santo)
Ao todo, 12 cidades do sul do Espírito Santo estão em alerta. Há previsão de chuva forte de até 60 milímetros em várias regiões. (foto: Adriano Zucolotto/Governo do Espírito Santo)
Duas crianças morreram soterradas na madrugada deste sábado (25/1), no Espírito Santo. Assim, segundo o mais recente relatório divulgado pela Defesa Civil, subiu para nove o número de mortos no Estado em decorrência das fortes chuvas que atingem a região nas últimas semanas.

Lucas Almeida Zucon, de 11 anos, morreu enquanto dormia no quarto da sua casa, na cidade de Conceição do Castelo. O local foi atingido pela enxurrada de água e lama. Os pais estavam no quarto ao lado. Quando acordaram, o menino já estava sem vida.

"A família estava dormindo e só percebeu hoje de manhã. Eles não ouviram nenhum barulho e, quando foram ver a criança, ela já estava em óbito", disse o prefeito de Conceição do Castelo, Christiano Spadetto (MDB).

Outro garoto morreu soterrado em Iúna, na região do Caparaó, após o desabamento de uma residência. De acordo com o Corpo de Bombeiros, a ocorrência foi na localidade do Córrego dos Pilões. O menino de 10 anos era portador de deficiência. Os bombeiros e a Defesa Civil foram acionados, mas o acesso ao local dificultou o socorro.

Ainda na cidade, no distrito de Perdição, policiais tiveram ajuda da população durante resgate de várias pessoas em uma rua que se transformou em rio. Em um vídeo, é possível ver moradores quase sendo levados pela enxurrada.

Ao todo, 12 cidades do sul do Espírito Santo estão em alerta. Há previsão de chuva forte de até 60 milímetros em várias regiões. O governo informou que o número de desalojados passou para 3.678; e os desabrigados já somam 149.

Voluntários, além de vários órgãos municipais e estaduais, estão ajudando na limpeza das regiões atingidas pela chuva e também com doações.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade