Brasil

Coronavírus no Brasil: casos suspeitos permanecem em nove

Apesar do número de casos suspeitos ser igual ao de ontem, ocorreram algumas mudanças nos estados que têm casos suspeitos da nova doença

Maria Eduarda Cardim
postado em 30/01/2020 16:59
Em meio a coletiva, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o coronavírus como uma emergência global O Ministério da Saúde anunciou, nesta quinta-feira (30/1), que o número de casos suspeitos de coronavírus no Brasil se manteve de ontem para hoje. De acordo com o último boletim divulgado pela pasta, há nove casos suspeitos do novo vírus no Brasil, mas nenhum foi confirmado.

Apesar do número de casos suspeitos ser igual ao de ontem, ocorreram algumas mudanças nos estados que têm casos suspeitos da nova doença. Dois casos de Santa Catarina, que antes eram considerados suspeitos, foram descartados por meio de exames. Outros dois do Rio Grande do Sul passaram a ser suspeitos. Um deles veio de uma nova notificação recebida e outro deixou de ser um caso excluído e passou a ser suspeito por causa de mudanças clínicas do paciente.
Com isso, os casos suspeitos estão sendo monitorados nos seguintes estados: Minas Gerais (1), Rio de Janeiro (1), São Paulo (3), Rio Grande do Sul (2), Paraná (1) e Ceará (1).
No total, a pasta já recebeu 43 notificações para investigação de possível relação com a infecção pelo novo coronavírus. Dos 43: nove são suspeitos, seis descartados por apresentarem resultado laboratorial para outros vírus respiratórios e 28 excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito.

Emergência global

Em meio a coletiva, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o coronavírus como uma emergência global. O secretário de Vigilância em Saúde, Wanderson de Oliveira, acredita que a nova declaração da OMS não mudará nada nas medidas tomadas pelo Ministério da Saúde.
;Até o momento não mudaremos nada porque as nossas ações já estão alinhadas inclusive prevendo esse escalonamento da emergência internacional. Mas teremos que ver que medidas a OMS está recomendando;, explicou.
No mundo, há 7818 casos confirmados, sendo que 7736 desses estão China. Ainda no país que é epicentro da doença, 170 mortes foram registradas e 12.167 casos são suspeitos. Fora da China, ainda não há nenhum óbito, mas 82 casos foram confirmados em 18 países.

A infectologista Camila Magalhães tira dúvidas sobre a doença

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação