Publicidade

Correio Braziliense

Acidente no Metrô deixa mais de 40 feridos em Recife

Segundo testemunhas, um trem estava parado na estação, quando o outro chegou e bateu na traseira


postado em 18/02/2020 08:33 / atualizado em 18/02/2020 09:14

Acidente deixou mais de 40 feridos.(foto: Diogo Cavalcante/Esp DP)
Acidente deixou mais de 40 feridos. (foto: Diogo Cavalcante/Esp DP)
Dois trens da Linha Centro do Metrô do Recife colidiram por volta das 5h30 desta terça-feira (18/2), na Estação Ipiranga, no bairro de Afogados. Até às 7h, o Corpo de Bombeiros informou que já havia socorrido pelo menos 30 pessoas, mas sem gravidade. Em decorrência do acidente, a Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) paralisou todas as 15 estações da Linha Centro (Recife, Joana Bezerra, Afogados, Ipiranga, Mangueira, Santa Luzia, Werneck, Barro, Tejipió, Coqueiral, Alto do Céu, Curado, Rodoviária, Cosme e Daminhão e Camaragibe).

A Polícia Civil já deu início às investigações da causa do acidente. O Instituto de Criminalística (IC) esteve na Estação Ipiranga no início desta manhã para realizar perícias. As imagens do circuito de segurança da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) deve ajudar a indicar a causa do acidente. "Se tratando do primeiro acidente deste tipo que ocorre nos últimos 30 anos, temos muitas análises a fazer. Vamos solicitar as imagens para analisar e concluir um laudo em até 15 dias", comenta o perito Aroldo Azevedo.

O gerente operacional do Metrô do Recife, Murilo Barros, relatou ao chegar no local do acidente que ainda é cedo para falar sobre o que ocasionou a batida entre os dois maquinários e que é necessário apurar mais informações. Um trem da Linha Norte com destino a Jaboatão colidiu no trem com destino a Camaragibe.

De acordo com testemunhas, um trem estava parado na estação, quando o outro chegou e bateu na traseira. Várias equipes do Samu prestaram atendimento aos passageiros, conduzindo as vítimas para o Hospital da Restauração, no Derby, e para Unidade de Pronto Atendimento (UPA), localizada na Imbiribeira. A maioria se queixava de dores na coluna ou nos quadris, ou tinha escoriações nos membros inferiores ou superiores. Um dos passsageiros informou que um dos vagões estava lotado e, por isso, na hora do choque muitos bateram a cabeça e corpo nos ferros, bancos e vidros.

Diariamenete, cerca de 250 mil pessoas utilizam a Linha Centro. A Companhia acionou o Grande Recife Consórcio de Transporte para reforçar as linhas de ônibus na região. Cerca de 400 mil pessoas usam o sistema de trens urbanos do Recife. O metrô tem 37 estações e passa pelo Recife, Jaboatão dos Guararapes, Camaragibe e Cabo de Santo Agostinho, sendo 17 exclusivas da Linha Centro.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade