Publicidade

Correio Braziliense

Moradores são evacuados por risco de rompimento de barragem em MG

Estrutura apresenta abatimento do solo, erosão do terreno e vazamento de água, que indicam que o colapso pode ocorrer em breve, segundo a PM


postado em 18/02/2020 12:05

Moradores do distrito de Gameleira, em Florestal, foram levados para uma pousada e para casa de parentes(foto: CBMMG/Divulgação)
Moradores do distrito de Gameleira, em Florestal, foram levados para uma pousada e para casa de parentes (foto: CBMMG/Divulgação)
A Polícia Militar de Minas Gerais, junto ao Corpo de Bombeiros e assistentes sociais de Florestal, cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte, retirou cerca de 40 pessoas que moram no distrito de Gameleira nesta segunda-feira (17/2).

Autoridades foram informadas sobre o risco de rompimento de uma barragem de água localizada em uma fazenda nas proximidades. O povoado está a 75 quilômetros de distância de BH por carro, 40km de Betim e apenas 24kmde Pará de Minas. 
 
De acordo com a Polícia Militar, a represa está localizada na Fazenda Onori e um engenheiro contratado pela prefeitura atestou o risco de rompimento da estrutura. A represa apresenta abatimento do solo, erosão do terreno e vazamento de água, que indicam que o colapso pode ocorrer em breve.

A represa tem, aproximadamente, 50 metros em cada lado e 1,5 metro de profundidade: um total de 3.750 metros cúbicos de volume, segundo a PM.
 
A fazenda tem outras três represas, todas em risco, mas a situação mais grave é a da vistoriada pelo engenheiro. Além disso, de acordo com a corporação,  policiais do Meio Ambiente de Florestal vão retornar ao local para verificar se a documentação da estrutura está em dia. 
 
Os moradores retirados foram para casas de parentes e para uma pousada localizada nas proximidades do distrito de Gameleira.
Represa está localizada na Fazenda Onori(foto: Reprodução/Google Street View)
Represa está localizada na Fazenda Onori (foto: Reprodução/Google Street View)

 
Segundo as autoridades, o proprietário da barragem se comprometeu a esvaziar as quatro estruturas de maneira segura e contratar engenheiros competentes para realizar reparos nas represas.  

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade