Publicidade

Correio Braziliense

Corpo de gerente desaparecida é encontrado em mata próxima a Caldas Novas

O namorado da vítima confessou o crime e levou a polícia até o local


postado em 20/02/2020 10:18 / atualizado em 20/02/2020 15:29

(foto: Reprodução)
(foto: Reprodução)
Agentes da Polícia Civil de Goiás localizaram, no final da noite dessa quarta-feira (19/2), o corpo da gerente de hipermercado Fernanda Souza Silva, 33 anos, que estava desaparecida há uma semana em Bela Vista de Goiás. De acordo com a corporação, o namorado da vítima, Alan Pereira dos Reis, de 22 anos, confessou o crime e levou a corporação até o local, em uma região de mata entre Caldas Novas e Piracanjuba.

 

O homem está preso desde a última terça-feira (18/2). De acordo com a família de Fernanda, ela estava desaparecida desde a quarta-feira da semana passada, quando saiu do trabalho em Goiânia e voltou para Bela Vista de Goiás. Depois, saiu de casa novamente e não foi mais vista. Alan confessou à Polícia Civil de Goiás que matou a gerente após diversas discussões entre os dois porque ela não aceitava que ele mantivesse proximidade com os filhos que tem com a ex-mulher.

 

Também na última quarta-feira, a equipe da delegacia de Bela Vista de Goiás, coordenada pelo delegado Antônio André Santos Junior, localizou o veículo da vítima. Por volta das 13h, o Fiat Uno vermelho foi encontrado trancado e abandonado em uma mata fechada na zona rural da cidade. O carro foi apreendido e encaminhado para perícia.

Fuga para o Pará

Alan foi preso pela Polícia Militar do Tocantins em Marianopólis (TO). De acordo com a corporação, a prisão ocorreu após a polícia de Bela Vista informar sobre um suspeito de ter matado a namorada, que roubou o veículo e os documentos pessoais da vítima e que possivelmente a rota de fuga seria para o Pará.

 

Os militares iniciaram diligências em busca do suspeito, do veículo e de ônibus que seguiam para o Pará. Alan foi encontrado dentro de um ônibus em Marianópolis. Ao ser abordado, o homem tentou enganar os policiais e apresentou um documento falso, que também foi utilizado para comprar a passagem para a cidade de Santa Maria das Barreiras (PA). Entre os pertences dele, havia duas facas e um alicate.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade