Brasil

Coronavírus: hospital de BH investiga 12 casos suspeitos e uma morte

Pacientes colheram sangue e aguardam o resultado isolados em casa

Déborah Lima*/Estado de Minas
postado em 18/03/2020 15:49
Hospital Vila da Serra investiga morte de idosoO Hospital Vila da Serra, em Nova Lima, Região Metropolitana de Belo Horizonte, registrou 12 casos suspeitos de coronavírus. O motivo da morte de um paciente com mais de 90 anos também está sendo investigada.

Todos pacientes com suspeita colheram sangue e foram instruídos pelo hospital de aguardar o resultado isolados em casa. De acordo com o hospital, nenhum outro paciente teve confirmação de infecção pelo COVID-19 até o momento.

Por medidas preventivas à disseminação do novo Coronavírus, o curso para casais que estava agendado para 4 de abril ainda foi suspenso.

Casos de coronavírus

Em boletim epidemiológico divulgado nesta terça-feira, os casos confirmados de coronavírus mais do que dobraram em Minas Gerais num só dia. Saíram de seis para 14, cinco deles em Belo Horizonte.

Doe sangue: com doadores em casa, estoque de sangue O positivo é crítico e outros cinco tipos estão em estado de alerta

Juiz de Fora, na Zona da Mata, registra duas pessoas infectadas, enquanto Nova Lima (Grande BH), Coronel Fabriciano (Central), Divinópolis (Centro-Oeste), Patrocínio (Alto Paranaíba), Sete Lagoas (Central), Ipatinga (Vale do Rio Doce) e Uberlândia (Triângulo) computam um caso cada.

Além do aumento dos enfermos e das suspeitas, que saíram de 420 para 692, a Secretaria de Estado de Saúde informou o primeiro caso com transmissão comunitária no estado, justamente na capital mineira.

Transmissão comunitária

A transmissão comunitária causa mais preocupação por ser aquela que as autoridades são incapazes de relacionar o caso confirmado a cadeias de proliferação de uma determinada doença, no caso a COVID-19.

Ou seja, o paciente de 34 anos que passa por essa situação em BH não teve contato com pessoas que estiveram em países com registro da enfermidade. Por isso, há a possibilidade de que o total de registros positivos tenha aumento nos próximos dias. No Brasil há 291 confirmações e 8.819 quadros sob investigação.

(Com Gabriel Ronan e Larissa Ricci)

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação