Publicidade

Correio Braziliense

Especialista responde dúvidas sobre a Covid-19 enviadas por leitores

Em tempos de fake news, o Correio selecionou perguntas enviadas por leitores, por meio das redes sociais, relacionadas à pandemia da Covid-19, para esclarecer as dúvidas com a ajuda de especialistas


postado em 24/03/2020 06:00 / atualizado em 27/03/2020 11:44

(foto: AFP / FRANCK FIFE)
(foto: AFP / FRANCK FIFE)
Em tempos de fake news, o Correio selecionou perguntas enviadas por leitores, por meio das redes sociais, relacionadas à pandemia da Covid-19, para esclarecer as dúvidas com a ajuda de especialistas. Você também pode enviar a sua pergunta pelo InstagramFacebook ou Twitter do Correio. Confira a seguir as perguntas e respostas separadas por temas: como evitar a contaminaçãocuidados para quem está com suspeita ou caso confirmado de Covid-19; e como ficam os serviços em meio à pandemia.

>> Contaminação  

Quanto tempo o vírus sobrevive em objetos?

Depende do material. Tem superfícies que ele pode ficar até 9 dias e tem locais que ele morre em uma hora. Mas lavando com água e sabão ou higienizando com álcool você elimina o risco. Por isso, é importante, ao chegar em casa, caso seja necessário sair, tirar a roupa em um lugar separado e já botá-la para lavar. Não vale a pena guardar a roupa para lavar depois. No caos de celulares, carteiras e outros objetos, higienize-os com álcool 70% ou desinfetante.

Que cuidados devo tomar para evitar a contaminação?

Se tiver contato com algum utensílio ou superfície, lavar as mãos com água e sabão ou desinfetante, como o álcool em gel. Não sair de casa. Se tiver que sair, tente não ter contato com outras pessoas e tome todos os cuidados de higiene ao retornar. Deixe um chinelo na porta, antes de entrar troque o sapato por ele e vá direto para o banheiro lavar as mãos e o rosto. Deixe as máscaras para quem está doente e para profissionais de saúde.

A chuva elimina o vírus do ar e de superfícies?

Não. Ela pode até ajudar a levá-lo a outros lugares.

Máscara de pano é eficaz para evitar a contaminação?

Não. A malha do pano tem um distanciamento muito grande, ou seja, não vai funcionar como barreira contra o vírus. A mesma coisa vale para a luva de pano, com o agravante de que ela pode servir até para levar o vírus de um lugar a outro.

A transmissão da Covid-19 segue o padrão de outras doenças, como o sarampo e a catapora?

Ela tem um menor ritmo de transmissão. Enquanto uma pessoa com sarampo pode transmitir a doença para 12 pessoas, os infectados com o novo coronavírus transmitem para 4, 6, 8 pessoas, no máximo. A diferença é que o vírus do sarampo sobrevive pouco. O do corona sobrevive mais e o quadro clínico passa, muito rapidamente, de uma condição leve para grave em grupos de risco.

É preciso lavar as mãos frequentemente mesmo se eu estiver ficando em casa?

Preferencialmente, sim. Isso precisa se tornar um hábito até para evitar a proliferação de outros vírus, como o da gripe.

Como diferenciar a Covid-19 da gripe?

Na gripe, em geral, a pessoa tem febre, tosse e um comprometimento superior mais intenso. Nos quadros mais graves da Covid, há um comprometimento respiratório, dos pulmões. Ou seja, faltou ar, busque ajuda.

Todo mundo vai pegar o vírus em algum momento?

Pode acontecer. Não tem como falar que vai acontecer. Tradicionalmente, quando muitas pessoas pegam, tende a criar um cordão de proteção, que minimiza o risco de outras pessoas pegarem. É assim que funcionam as vacinas.

Lavar as ruas ajudaria a frear a disseminação do vírus?

Ainda não há resposta. Não se sabe qual seria, de fato, a viabilidade disso.

Mesmo que a curva 'achate' vai ter gente pegando a doença?

Sim. Achatar a curva significa fazer com que menos gente pegue o vírus ao mesmo tempo, para não sobrecarregar o sistema de saúde.

Como proteger a casa que tem uma pessoa que não pode fazer quarentena e precisa ir à rua?

Uma pessoa que precise, de fato, sair para trabalhar tem que manter os cuidados tradicionais: evitar ter contato com outras pessoas, higienizar as mãos constantemente, não tocar o rosto...

Álcool em gel e álcool líquido 70% têm a mesma eficácia?

Têm a mesma eficácia.

Qual a melhor maneira de prevenção para quem é asmático?

Manter as orientações médicas (por exemplo, usar bombinha se lhe foi recomendado) e adicionar as preocupações relacionadas à Covid-19. Não são grupo de risco, mas não há evidência de que há melhor recuperação.

Beber água quente ajuda a combater o vírus?

Não há nenhuma comprovação.

Há alguma projeção de quando uma vacina estará disponível?

Não temos, até o momento, nenhum candidato a vacina. O vírus é muito novo, surgiu há cerca de quatro meses. É preciso que os cientistas se aprofundem mais sobre ele.

Quanto tempo a pandemia deve durar?

A pandemia pode durar muito tempo. Nossa perspectiva é achatar a curva para não abarrotar o sistema de saúde. Mas, por outro lado, assim você estende o período da epidemia. Pode ser mais curta devido a ferramentas de contenção muito pesadas, mas deve durar de 2 a 5 meses.

Que cuidados devo ter ao sair para passear com cachorro?

O cachorro não vai transmitir a doença para você, mas ele pode espalhar o vírus. Se tiver que sair com ele, lave as patas assim que voltar para casa e mantenha ele afastado de outras pessoas na rua.

Quais os riscos para portadores de HIV?

Os portadores de HIV já têm o risco acrescido. Primeira coisa que deve fazer é procurar o médico para se orientar. Se está tomando medicação, permaneça. Fique de olho.

O vírus ficará ativo na natureza após a pandemia?

Ainda não sabe, mas, provavelmente, sim. Ou ele vai sumir, de fato, ou vai procurar algum outro animal hospedeira, outro mamífero, possivelmente.

A comida pedida por delivery pode carregar o vírus?

Se essa comida foi feita sob as boas práticas de produção, não.

O novo coronavírus já sofreu alguma mutação?

Mutações importantes, não.

Quanto tempo de isolamento da população é necessário para termos um efeito positivo?

Não há um cálculo preciso, mas a expectativa é de 12 semanas.

É possível pegar o vírus no ar?

O ar sozinho não carrega o vírus, mas ele pode carregar partículas de secreções de alguém infectado. Por exemplo, se uma pessoa contaminada espirrar ou tossir perto de você, é possível, pegar, sim. E hoje em dia, nas grandes cidades, dificilmente, você consegue andar na rua sem ter contato com ninguém.

Posso sair para correr ou fazer exercícios na rua?

De preferência, não. Hoje em dia nas grandes cidades, dificilmente você vai conseguir andar sem ter contato com ninguém. Inclusive, uma pessoa pode aparentar estar saudável e estar infectada. Tente fazer exercícios em casa. Academias de condomínios também não são recomendadas.

Frutas, verduras e legumes podem estar contaminados?

Podem. Compre e faça os hábitos de higiene.

Álcool acima de 70% é eficiente?

Apesar de secar mais rapidamente, ele pode, sim, ser eficaz. Abaixo de 70% não teria tanta eficiência.

Ventilador espalha o vírus?

Se estiver ventilando um ambiente contaminado, sim. Se uma pessoa contaminada tossir ou espirrar na frente dele, ele pode espalhar o vírus. Caso contrário, não. No caso do ar-condicionado, a recomendação é usar só em casos indispensáveis.

Tem alguma projeção de quantos casos o Brasil terá?

Há um grau de imprecisão muito grande, porque ainda estamos no início aqui no Brasil (o primeiro caso no país foi confirmado em 26 de fevereiro). Mas a UnB, em parceria com o Ministério da Saúde e outras entidades, fez uma projeção de casos na Grande São Paulo, com base em uma comparação de dados. A escolha por essa região se deu pela presença do Aeroporto Internacional de Guarulhos — que possui um grande fluxo de estrangeiros e brasileiros vindos do exterior — e pela semelhança demográfica com a cidade de Wuhan, epicentro da Covid-19 na China. A projeção apontou 1.368 casos em 30 dias, com 80 pessoas precisando de internação e 14 óbitos. Em 60 dias, conforme a projeção, seriam 40 mil casos, com 2 mil internações e 400 mortes.

Como o álcool em gel protege?

Eliminando o vírus. Esse é um vírus que morre facilmente com desinfetantes, como o álcool, ou água e sabão.

Quem mora em casa pode pegar o vírus na garagem?

Pode, caso alguma pessoa infectada tenha encostado no carro ou na parede. 

 

>> Cuidados

Quem pega o vírus uma vez fica imune?

Não há nenhuma evidência, até o momento, de que uma pessoa infectada possa ser contaminada novamente.

Quando ir e quando não ir ao hospital?

Se não tiver nenhuma complicação, de preferência, fique em casa. A Covid-19 não requer muito cuidado se não tiver nenhuma outra doença associada ou em pessoas que não integram o grupo de risco. Você deve buscar ajuda médica se sentir algum quadro de falta de ar.

Quais são os principais sintomas?

Os sintomas são muito semelhantes aos de outras doenças respiratórias, como gripe e resfriado: febre alta, em alguns casos, tosse e dor no corpo. O mais importante é ficar de olho no comportamento respiratório. Se tiver falta de ar, procure o médico.

Qual é o risco para crianças?

Assim como os adultos, as crianças tendem a ter um quadro que evolui melhor. O risco é elas transmitirem o vírus para pessoas do grupo de risco, como os idosos, uma vez que, em muitas casos, os pequenos podem ser até assintomáticos.

Caso suspeite que fui infectado com o coronavírus, posso tomar alguma medicação?

Pode tomar a medicação trivial de doença respiratória aguda, como gripe e resfriado, para aliviar os sintomas. Se o quadro agravar, suspenda o uso e procure um médico. Além disso, como em toda virose, é recomendado hidratação, calma e repouso em casa. Hidroxicloroquina e cloroquina não devem ser usados como medicamento preventivo. Cientistas ainda estão discutindo a eficácia desses medicamentos no tratamento da Covid-19 e os estudos ainda são bem preliminares.

Já foi descoberto algum medicamento eficaz contra a Covid-19?

Não há, até o momento, nenhuma evidência sustentada de medicamento totalmente eficaz. Hidroxicloroquina e cloroquina não devem ser usados como medicamento preventivo. Cientistas ainda estão discutindo a eficácia desses medicamentos no tratamento da Covid-19 e os estudos ainda são bem preliminares.

Quanto tempo demora para aparecerem os sintomas?

Varia muito. De 1 dia e meio a 7 dias. Não há muita precisão.

O novo coronavírus, que provoca a Covid-19, pode ficar mais forte em contato com outro tipo de coronavírus?

Existem alguns tipos de coronavírus na natureza e, em geral, eles não têm relação um com o outro. Não há a expectativa de combinação do vírus. O que pode acontecer, mas não é comum, é a pessoa pegar o coronavírus e o vírus da gripe, por exemplo, o que pode agravar o quadro. Por isso houve a antecipação da campanha de vacinação.

Quem tem rinite, sinusite ou bronquite integra o grupo de risco?

Não há clareza até o momento. Quem seguramente integra o grupo de risco, além dos idosos, são portadores de doenças crônicas degenerativas, como hipertensão e diabetes.

Automedicação pode deixar o vírus mais resistente?

Só se fosse um antiviral, mas você não vai conseguir comprar um antiviral sem receita. Tomar antivirais sem recomendação é totalmente não recomendado. Você pode tomar alguma medicação para aliviar os sintomas. Fora isso, não há nenhuma comprovação de que algum remédio seja eficaz contra a Covid-19.

As pessoas que pegam o vírus mas ficam assintomáticas nunca sentem nada?

Podem não ter nenhum sintoma ou um ou outro sintoma que não consiga caracterizar. A tendência é que a maioria das pessoas infectadas reaja assim. O problema é a magnitude dos casos que estão piorando.

Qual é o tempo de recuperação de quem foi infectado?

Ainda não se sabe ao certo. Tem pessoas que evoluem bem e outras que evoluem muito mal.

Testes com medicamentos contra a Covid-19 já começaram a ser feitos?

Testes feitos ainda são muito iniciais.

Como é feito o diagnóstico da Covid-19?

Só com o teste. Existem duas estratégias: a primeira é fazer o teste direto para a Covid-19, que ainda é limitado em quantidade. A outra, para economizar os testes, é testar para outros vírus, como o da gripe. Se nenhum deles der positivo, aí faz o teste para coronavírus.

Lactantes podem transmitir o vírus para o bebê?

Não há evidências disso.

Duas pessoas infectadas podem fazer quarentena juntas?

Sim.

Uma pessoa infectada pode se recuperar sem tomar nenhum remédio?

Pode sim.

É preciso apresentar todos os sintomas para estar infectado? 

Não. A doença pode, inclusive, ser assintomática.

Os pacientes que testaram positivo para o vírus estão sendo monitorados?

Segundo a Secretaria de Saúde, toda unidade de saúde, seja pública ou privada, é obrigada a notificar o caso confirmado para a pasta. Os pacientes com necessidade de internação ficam em alas isoladas na unidade hospital e são monitorados pela equipe do hospital.

É possível saber se já tive o vírus e não manifestei sintomas?

Hoje ainda não, porque não existem teste comerciais. Os teste são feitos apenas em quem tem quadros agudos. Mas em breve devem surgir.

As crianças que forem infectadas e precisarem ser internadas poderão ficar com acompanhantes?

De acordo com a Secretaria de Saúde, o acompanhamento de crianças dependerá do seu quadro clínico e da possibilidade avaliada pela equipe médica.

Há uma previsão de quanto tempo levará até encontrarem a cura para a Covid-19?

Até o momento, não.

Somente o Hran está preparado para receber pacientes com casos confirmados?

Segundo a Secretaria de Saúde, todos os hospitais estão aptos a receberem pacientes com suspeita ou confirmação do Coronavírus. A referência para casos mais graves que derem entrada na rede pública é o HRAN e o Hospital de Base. 

 

>> Serviços

Quando as aulas da rede pública serão retomadas?

Neste momento, as aulas estão suspensas até 5 de abril. Fique atento aos meios oficiais de informação e a veículos de comunicação confiáveis para mais informações.

Como denunciar lojas que permancem abertas apesar do decreto do GDF?

Caso algum cidadão veja um estabelecimento proibido de funcionar aberto, deve denunciar pelos telefones 151 (Procon), 162 (ouvidoria do GDF) ou 190 (Polícia Militar). Os órgãos garantem sigilo do denunciante.

Servidores federais devem continuar trabalhando normalmente?

Por enquanto, sim. Na segunda-feira (23/3), o governo de Ibaneis Rocha entrou com uma ação no Supremo Tribunal Federal (STF) para obrigar o presidente Jair Bolsonaro a liberar os servidores públicos federais a trabalharem de casa, como forma de aderir à quarentena que grande parte da população do Distrito Federal adotou. O pedido, contudo, foi negado na terça-feira (24/3).

O seguro desemprego é afetado?

Os atendimentos presenciais estão suspensos. Nesse período, a recomendação é que os trabalhadores busquem o portal de serviços do governo federal (www.gov.br/trabalho) ou o telefone 158 (Alô Trabalho). O que não puder ser resolvido por estes canais ficará temporariamente suspenso. 

Era necessário antecipar a campanha de vacinação, visto que os idosos, que são grupo de risco, vão precisar sair de casa para tomar? Por que não aplicam as vacinas em casa?

A antecipação era necessária. A Influenza (gripe) é mais comum em um período que está para chegar, o inverno. Se você se antecipa e vacina pessoas que iriam desenvolver um caso mais grave, elas deixam de adoecer e, com isso, não irão procurar o sistema de saúde. 

Não é possível aplicar a vacina em casa, porque você precisaria de mais recursos e de mais pessoas para realizar essa vacinação. E a força de trabalho é basicamente a mesma que está atendendo os casos de Covid-19.

Como pagar contas com bancos e lotéricas fechados?

Algumas empresas estão prorrogando os prazos. Procure informações junto aos credores. Se não for o caso, é possível pagar por internet banking.

É verdade que a vacinação em drive thrus não é eficaz por conta da temperatura?

Não. No drive thru, os carros com as pessoas passem por algum lugar onde está tendo a vacina. Ali vão estar técnicos preparados, eficazes e com a estrutura.

Todo mundo deve tomar a vacina contra a gripe?

Nesta primeira etapa, os públicos prioritários, segundo o Ministério da Saúde, são idosos e trabalhadores da saúde. A etapa seguinte terá início em 16 de abril com objetivo de vacinar doentes crônicos, professores (rede pública e privada) e profissionais das forças de segurança e salvamento. A última fase, que começa em 9 de maio, vai priorizar crianças de 6 meses a menores de 6 anos, pessoas com 55 a 59 anos, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas com deficiência, povos indígenas, funcionários do sistema prisional, adolescentes e jovens de 12 a 21 anos sob medidas socioeducativas e população privada de liberdade.

Quais regiões administrativas do DF têm mais casos?

Plano Piloto e Lago Sul concentram o maior número de casos.

Centrais de telemarketing devem parar?

O presidente Jair Bolsonaro incluiu as telecomunicações nos serviços essenciais, que não poderão parar.

Quem tem consulta de rotina de bebê deve esperar?

Se o bebê está bem, o ideal é esperar. Também é possível procurar uma orientação a distância, por telefone, por exemplo.

A quarentena pode ser estendida?

Não há previsão até o momento. Fique atento aos meios de informação confiáveis.

Como denunciar a prática de preços abusivos?

Caso o consumidor se sinta lesado, o Procon pede que o usuário informe e formalize a denúncia pelos canais oficiais. Telefone: 151 | E-mail: 151@procon.df.gov.br.

A Companhia Energética de Brasília (CEB) vai cortar a energia de inadimplentes?

Não. O colegiado da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) — órgão regulador do setor elétrico brasileiro e responsável por legislar sobre as questões da energia — aprovou na terça-feira (24/3) resolução normativa que impede o corte de energia por falta de pagamento a todas as residências e aos serviços e atividades considerados essenciais.

Há casos de transmissão comunitária no Distrito Federal?

De acordo com a Secretaria de Saúde, há 9 casos de transmissão comunitária no DF. Além disso, o Ministério da Saúde também decretou que há transmissão comunitária no país.

Qual é o cronograma da campanha de vacinação contra a gripe para idosos?

23/3: Idosos cujo nome comece com as letras A, B, C, D e E.
24/3: Idosos cujo nome comece com as letras F, G, H, I e J.
25/3: Idosos cujo nome comece com as letras K, L, M, N e O.
26/3: Idosos cujo nome comece com as letras P, Q, R, S, e T.
27/3: Idosos cujo nome comece com as letras U, V, W, X, Y e Z.

Confira o endereço dos postos de imunização no site da Secretaria de Saúde: www.saude.df.gov.br.

Por que é necessário vacinar a população idosa contra a gripe neste momento?

Para proteger um grupo de risco de pegar uma doença associada e evitar que ele procurem o sistema de saúde. Além disso, você sabendo que um idoso foi vacinado contra a gripe, você já descarta a Influenza caso ela apresente sintomas.

O transporte público pode parar no Distrito Federal?

Não há previsão até o momento.
 

Fontes:

- Professor Wildo Navegantes de Araújo, do Comitê Gestor do Plano de Contingência em Saúde da Covid-19 da Universidade de Brasília (COES/UnB)
- Secretaria de Saúde do DF
- Ministério da Saúde

- Companhia Energética de Brasília (CEB) 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade