Brasil

Médium deixa a prisão

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 31/03/2020 04:03




A Justiça de Goiás concedeu prisão domiciliar a João Teixeira de Faria, o João de Deus, de 77 anos, em razão da idade avançada e do histórico de problemas de saúde. Ele cumpria pena no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia (GO) desde o dia 16 de dezembro de 2018. A decisão de soltá-lo é da juíza Rosângela Rodrigues Santos, da comarca de Abadiânia (GO), a mesma que o condenou em janeiro. A recomendação foi feita pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que pede aos tribunais e magistrados que reconsiderem prisões de detentos pertencentes ao grupo de risco da Covid-19. O médium foi condenado a 19 anos e quatro meses de prisão, em regime fechado, por crimes sexuais contra quatro mulheres que buscavam atendimento espiritual na casa Dom Inácio de Loyola, no município de Abadiânia, onde João de Deus atendia. Desde que começou a ser investigado, o religioso teve suas contas e bens bloqueados pela justiça. Para proferir a decisão, a juíza analisou laudos do estado de saúde do detento e levou em consideração a falta de atendimento médico de urgência na unidade.



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação