Brasil

Saiba como se proteger

postado em 03/04/2020 04:32


Nas redes sociais da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o delegado Laércio Carvalho, da 35; DP, dá dicas para evitar golpistas em tempos de pandemia. Ele conta que há indivíduos que se passam por agentes do governo ou funcionários de hospitais públicos e particulares. E recomenda aos cidadãos que nunca forneçam dados bancários e pessoais por meio da ;internet, WhatsApp ou qualquer outro meio dessa ordem;. ;Denuncie o criminoso para que a polícia possa atuar;, reforça.

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) também soltou um alerta à população. No informativo, a PCPR lista alguns golpes já identificados: ;agendamento do teste de coronavírus em casa, aplicativos que rastreiam a doença pelo mundo, álcool em gel da Ambev, vacina, acesso grátis à Netflix e kit gratuito com máscara e álcool em gel;. ;Via de regra, o usuário deve desconfiar de ofertas gratuitas;, recomenda a polícia sobre ofertas em sites e mensagens.

Vice-presidente e líder da prática de Cyber da Kroll no Brasil, Walmir Freitas, explica que hackers têm aproveitado o momento para infectar celulares, tablets e computadores por meio de e-mails com correntes e fake news sobre o coronavírus. ;O usuário pode clicar em um link com dicas de como se prevenir e, neste link, dar o acesso a todas as informações pessoais registradas em seu dispositivo;.

Para fugir de armadilhas como essa, Walmir diz ser importante procurar se informar em canais oficiais de informações, do governo federal, estadual, municipal. ;Principalmente, não devem seguir corrente de WhatsApp, nem canais de comunicação desconhecidos, pois até o excesso de informações é prejudicial;, aconselha.

*Estagiárias sob a supervisão de Andreia Castro



Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação