Publicidade

Correio Braziliense

Confinado, jovem projeta pedido de casamento em prédio de Belo Horizonte

Apesar dos tempos difíceis diante da pandemia de coronavírus, o amor continua bem vivo. Pedido foi feito na noite de ontem


postado em 03/04/2020 16:07

(foto: Wildson Silva Caldeira/Divulgação)
(foto: Wildson Silva Caldeira/Divulgação)
"Quer casar comigo, Sarah?”. Essa foi a mensagem projetada, na noite da última quinta-feira, na fachada do Edifício JK, prédio residencial desenhado por Oscar Niemeyer no Bairro Santo Agostinho, Região Centro-Sul de Belo Horizonte, na noite de quarta-feira.

O Estado de Minas conversou com o casal para conhecer essa romântica história de amor diante dos tempos sombrios de pandemia de coronavírus. Um spoiler: Sarah disse sim!

Wildson Silva Caldeira tem 27 anos é empreendedor digital e nasceu em Montes Claros, no Norte de Minas. Sarah Elisa Gomes tem 28, é nutricionista e empreendedora digital e nasceu em Conselheiro Lafaiete, na Região Central do estado.

As histórias dos dois se cruzaram em 2011 quando faziam atividade de escoteiro. Mas foi em 2013 que o pedido de namoro saiu durante um intercâmbio em Berlim, na Alemanha. Em janeiro deste ano, o casal se mudou para Belo Horizonte. Foram morar no Edifício JK. 

Wildson já pensava sobre o pedido de casamento. Talvez, fizesse a tão esperada pergunta em um jantar. Mas ele – como todos nós –, foi surpreendido pela pandemia da COVID-19. “Como tudo fechou após o surto, não consegui seguir com o meu plano. Fiquei pensando em uma nova opção, mas com as limitações para sair de casa, tudo ficou mais complicado”, lamentou o jovem.
 
(foto: Wildson Silva Caldeira/Divulgação)
(foto: Wildson Silva Caldeira/Divulgação)
 

Foi quando ele decidiu pedir a ajuda do vereador Gabriel Azevedo. “Vim pedir ajuda para um romântico apaixonado (no caso, eu mesmo)”, escreveu ele a Gabriel.

“Foi então que tive a ideia de projetar o pedido. Moramos no bloco A, bem de frente para o bloco B, onde já estavam sendo feitas projeções. Entrei em contato com Gabriel”, contou. O vereador se dispôs em ajudar e intermediou o contato do jovem apaixonado e o coletivo que estampa as mensagens do edifício.

Wildson propôs o jantar para quinta-feira. Eles cozinharam, comeram um delicioso macarrão carbonara acompanhado de um vinho tinto. Por volta das 18h, iniciaram as projeções no prédio B. O casal foi até a janela para assistir. Foi às 18h45 que a jovem foi surpreendida: "Quer casar comigo, Sarah?”. O rapaz se ajoelhou, tirou o anel concretizou o pedido.
 
Depois disso, foi só emoção, alegria e muito choro. Sarah disse sim. “Fiquei sem acreditar se era de verdade ou se era brincadeira”, disse ela, muito feliz.
 
(foto: Wildson Silva Caldeira/Divulgação)
(foto: Wildson Silva Caldeira/Divulgação)
 

Agora, o vereador Gabriel deixa um recado: “Neste momento difícil pelo qual todos passamos, esse casal representa uma mensagem importante: vai passar. A vida vai seguir em frente. E eu vou cobrar o convite de casamento que me foi prometido para ajudar na ideia romântica dele. Que sejam muito felizes”.
 
 

O casamento vai sair 


Os planos do casal é para se casarem no fim deste ano ou no início do ano que vem. E a história comoveu e mobilizou muitas pessoas. Uma delas foi Rafaela Motta da Rocha Chaves. Ela e Isis Henrique Santos Oliveira são donas de uma loja de vestidos de noiva.

"Ficamos sabendo do pedido de casamento da Sarah e do Will através de uma foto no Instagram. O pedido nos deixou muito comovidas porque é uma inspiração de amor em tempos difíceis. Para incentivar atitudes maravilhosas como essa, resolvemos presentear a Sarah com um de nossos vestidos sob medida", disse Rafaela.

Elas fizeram um post na rede social para encontrar a noiva Sarah. "Não tínhamos o contato nem o sobrenome do Will e da Sarah. Por isso, criamos uma campanha no Instagram para nos ajudar a encontrá-los. Para nossa surpresa e felicidade várias pessoas compartilharam nosso post, muitas marcaram a Sarah nos comentários", acrescentou.

A Sarah enviou uma mensagem no direct. Elas já marcaram o primeiro contato.
 
 

As projeções 


Desde semana passada, estão sendo projetadas, em letras garrafais, no gigante de concreeto e vidro, mensagens de alento e esperança em meio aos duros tempos de isolamento imposto com o avanço do novo coronavírus no mundo.

"Ninguém está sozinho" e "Tudo vai ficar bem, BH" foram algumas das frases projetadas no bloco B do JK. O Estado de Minas foi ao apartamento para conhecer o coletivo de moradores Viva JK, responsáveis pelo projeto. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade