Publicidade

Correio Braziliense

Coveiros de Belo Horizonte recebem proteção contra o coronavírus

Nos três cemitérios municipais da cidade, trabalhadores testam macacões semelhantes aos utilizados pelos médicos no combate à Covid-19


postado em 03/04/2020 18:20 / atualizado em 03/04/2020 18:29

(foto: Adão de Souza/PBH)
(foto: Adão de Souza/PBH)
Segurança para quem trabalha em sepultamentos nos três cemitérios municipais - Bonfim, Saudade e da Paz - de Belo Horizonte. Ainda em fase de teste, 36 coveiros estão usando um modelo de macacão de proteção individual, similar ao dos médicos e considerado "um dos melhores do mercado", de acordo com os técnicos da Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica de Belo Horizonte, que administra os locais.

Em nota, a direção da fundação informa que analisa, em conjunto com a Secretaria Municipal de Saúde, os modelos mais adequados ao trabalho dos coveiros e a disponibilidade de unidades no mercado para novas compras. "Já foram feitas encomendas também de máscaras, luvas, botas, aventais e outros equipamentos de proteção individual para funcionários dos cemitérios e de outras unidades da instituição".
 

Novas medidas


Junto à iniciativa, os funcionários administrativos dos cemitérios estão orientados a incentivar os familiares de sepultados no sentido de adotar todos cuidados divulgados pelo Ministério da Saúde: distância mínima de 1 metro entre pessoas, manter os ambientes arejados, higienizar as mãos frequentemente com água e sabão ou álcool gel, não tocar o rosto com as mãos não higienizadas, entre outras.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade