Publicidade

Correio Braziliense

Prefeitura em MG distribui kits de merenda para alunos da rede municipal

Iniciativa da prefeitura vai atingir 9 mil famílias durante o período de pandemia. Esquema especial tentará evitar aglomeração


postado em 07/04/2020 15:52

(foto: Divulgação/Prefeitura de Uberlândia)
(foto: Divulgação/Prefeitura de Uberlândia)
Mais de 9 mil famílias com filhos matriculados na rede municipal de Nova Lima começam a retirar na quinta-feira (9) kits de merenda escolar distribuídos pela prefeitura. Enquanto as aulas nas escolas estiverem suspensas, a administração vai oferecer a alimentação aos alunos nesse período de isolamento social por causa do coronavírus. A população terá acesso às cestas sempre na primeira semana de cada mês. 

A prefeitura fará a distribuição dos suprimentos de uma forma que evite a aglomeração de pais e crianças na porta das escolas. Alunos do projeto Educação de Jovens e Adultos (EJA) e da Escola Estadual George Chalmers também serão incluídos no projeto. Cada família poderá retirar a cesta na unidade em que o filho estuda, de acordo com horário já determinado no site novalima.mg.gov.br. Os profissionais envolvidos na entrega passaram por orientação para seguirem medidas de segurança, como uso de máscaras e álcool em gel e determinar uma distância de pelo menos um metro entre as pessoas nas filas. 

No caso das famílias cujas crianças estejam matriculadas em diferentes escolas, a retirada deve ser feita na unidade onde o filho mais velho está matriculado. Famílias que têm até dois filhos recebem um kit, e aquelas com mais de duas crianças matriculadas têm direito a dois kits. De acordo com a prefeitura, a cesta inclui suprimentos como arroz, açúcar, biscoitos, café, fubá, leite, macarrão, óleo, sardinha e um pente de ovos. 

O prefeito Vitor Penido acredita que as cestas vão proporcionar às famílias uma alimentação adequada nesse período de pandemia. “Nesse momento de crise, todo auxílio é importante. Como as escolas estão sem aulas, com cantinas fechadas, o kit de merenda escolar vem como forma de proteger a todos, principalmente os servidores com mais de 60 anos”.

As aulas nas escolas municipais da cidade estão paralisadas desde 18 de março, seguindo a determinação do decreto estadual emitido pelo governador Romeu Zema (Novo) para frear a transmissão daCOVID-19. Em Nova Lima, segundo último balanço da secretaria estadual de saúde, 37 pessoas já contraíram a doença, num total de 602 casos notificados. A prefeitura ainda investiga 413 casos considerads inconclusivos pelas autoridades de saúde. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade