Brasil

55% das pessoas diagnosticadas com coronavírus no Brasil estão recuperadas

Anteriormente, somente alguns estados informavam o número de recuperados. A partir de hoje o Ministério da Saúde também passará a divulgar o dado

Bruna Lima, Maria Eduarda Cardim
postado em 14/04/2020 18:38
Anteriormente, somente alguns estados informavam o número de recuperados. A partir de hoje o Ministério da Saúde também passará a divulgar o dadoNesta terça-feira (14/4), o Ministério da Saúde divulgou o dado inédito do número de pacientes recuperados da Covid-19. De acordo com a pasta, 14.026 dos 25.262 pacientes diagnosticados com o novo coronavírus se recuperaram e estão curados da doença. Com isso, é possível afirmar que mais da metade dos infectados no Brasil se recuperaram.

;Isso representa 55% das pessoas que tiveram um diagnóstico comprovado;, afirmou o secretário-executivo da pasta, João Gabbardo. Segundo ele, a metodologia é baseada no número de casos confirmados. ;A regra adotada nos outros países é a mesma que nós vamos oferecer para vocês. Só posso falar do paciente recuperado a partir do paciente que eu confirmei de Covid-19, não posso falar daqueles que são assintomáticos;, explicou.

[SAIBAMAIS]Anteriormente, somente alguns estados informavam este dado. No entanto, a partir de hoje o Ministério da Saúde também passará a informar o número de recuperados. Segundo o secretário-executivo do órgão, João Gabbardo, a ausência da divulgação dos recuperados, por parte do ministério, gerou uma narrativa ;um tanto estranha; nas redes sociais. ;Se criou uma narrativa nas redes sociais de que o ministério propositalmente não apresenta o dado de recuperação tentando criar uma imagem de que o bicho é pior do que realmente é. E não é nada disso;, afirmou.

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, pediu foco no momento de enfrentamento ao vírus. ;O momento é de ter foco, disciplina, ciências. A ciência vai nos mostrando o caminho, o foco para não perder a visão desse nosso adversário chamado coronavírus e disciplina para irmos atrás das melhores práticas para enfrentar-lo. Acho que se a gente for dessa maneira a gente vai, saúde vai conseguir atravessar isso com estresse menor para nossa população;, pontuou.


Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação