Brasil

"É uma maratona e não uma corrida de 100 m", diz secretário de saúde

Para o enfrentamento, a Secretaria de Estado de Saúde busca parceria com empresas de telefonia para medir os níveis de isolamento social

Estado de Minas
postado em 06/05/2020 15:24
Para o enfrentamento, a Secretaria de Estado de Saúde busca parceria com empresas de telefonia para medir os níveis de isolamento socialO secretário de Estado de Saúde (SES), Carlos Eduardo Amaral, comparou o enfrentamento ao novo coronavirus a uma prova de maratona. "Estamos no meio do caminho. Isso é uma maratona. Não é uma corrida de 100 metros", afirmou em entrevista coletiva nesta quarta (6).

O secretário destacou que é "importante que os municípios entendam que o caminho é longo". Na terça (5), o secretário já havia dito que o novo coronavírus impõe uma "nova normalidade" e que as medidas de enfrentamento podem se estender por até dois anos no Estado.
O secretário informou que a projeção é que o pico da doença no Estado ocorra em 6 de junho. Ele lembrou, porém, que o ideal é "alongar o máximo do tempo a ideia do pico".

Carlos Amaral lembrou que os municípios estão em diferentes momentos em relação ao isolamento social. "Nós buscamos ter essa coordenação independentemente de ser em cidade fronteiriça, na divisa com outros estados, ou uma cidade no interior de Minas Gerais, no Norte e Sul. Precisamos que, dentro do Minas Consciente, tenhamos todos aqueles dados, tratativas em relação à capacidade assistencial, ao número de casos, e a como estão as cidades", afirmou.

[SAIBAMAIS]Mais uma vez o secretário afirmou que, por meio de um aplicativo, a secretaria identificou redução no isolamento social no Estado. De acordo com o secretário são acompanhados 3 milhões de mineiros. Ele, porém, não apresentou a porcentagem da redação. Carlos Amaral afirmou ainda que o governo está negociando com as empresas de telefonia para que possa ser realizado a aferição dos deslocamentos no Estado em tempo real.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação