Publicidade

Correio Braziliense

Minas Gerais aumenta em 400% os casos positivos do novo coronavírus

De acordo com o secretário de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, foram realizados 37.172 exames com prevalência de 176 casos da doença para cada 100 mil habitantes


postado em 25/05/2020 14:24

(foto: Facebook/Reprodução)
(foto: Facebook/Reprodução)
A subnotificação dos casos de covid-19 em Minas é apontada por especialistas como o maior gargalo no enfrentamento ao novo coronavírus no Estado. Em resposta a esse problema, em entrevista coletiva remota, o secretário de Estado de Saúde, Carlos Eduardo Amaral, afirmou que houve amento no número de testes realizados. Esse maior número trouxe dado que acende o sinal amarelo no Estado.

Segundo ele, foram realizados 37.172 desde a chegada do novo coronavírus em Minas. Com mais testes, o percentual de casos positivos, no universo de casos testados, passou de 3% para 15%, um aumento de 400%. A informação foi repassada em entrevista coletiva, que contou com a presença do residente da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (FHEMIG), Fábio Baccheretti.
 
O secretário ainda afirmou que a média de óbitos registrados em Minas por dia aumentou, passando de 2 a 3 mortes para 5 e 6. O secretário afirmou que, apesar do aumento, o número de mortes no Estado está sob controle.

O secretário ainda informou que Minas vive cenário diferente do restante do país, o que faz com que a projeção para a ocorrência do pico seja diferente. Carlos Amaral reforçou que a SES trabalha com possibilidade de pico para meados de junho.  A projeção é de 2.824 novos casos da doença em um único dia no Estado. Ele disse que, na próxima semana, apresentará nova projeção de quando será o pico e de mortes que possam ocorrer.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade