Publicidade

Correio Braziliense

Coronavírus: teste molecular para diagnóstico agiliza tratamento em BH

Exame que fica pronto em duas horas é feito em equipamento moderno comprado com dinheiro doado pela população


postado em 26/05/2020 12:21

(foto: Divulgação / Santa Casa BH)
(foto: Divulgação / Santa Casa BH)
A Santa Casa BH, reconhecida pela prestação de serviços de alta complexidade (transplantes, cirurgias cardíacas, neurológicas, pediátricas, entre outras especialidades), também tem se transformado em referência no atendimento a pacientes suspeitos ou confirmados com a covid-19. E a novidade mais recente é a utilização de um equipamento que permite aferir o diagnóstico preciso do coronavírus em um intervalo de apenas duas horas.  

Para ótimizar o atendimento e a luta contra a covid-19, a Santa Casa adquiriu um aparelho moderno para realização do RT-PCR – exame colhido na narina para o diagnóstico do coronavírus. O equipamento e os kits para fazer o exame foram adquiridos com recursos doados para o hospital para o enfrentamento à doença.  

De acordo com a infectologista da Santa Casa BH, a médica Cláudia Murta, desde o início da pandemia a Santa Casa BH estava pagando um laboratório particular para realizar os exames dos pacientes internados no CTI de Isolamento Respiratório e o resultado demorava de 2 a 3 dias. 

“A partir de agora, eles serão realizados no próprio hospital e o resultado será disponibilizado em duas horas. Isso facilitará o manejo clínico dos pacientes. Este grande avanço foi possível por conta das doações feitas pela comunidade”.

No novo aparelho também serão feitos exames para diagnóstico de Influenza A e B e vírus sincicial respiratório (RSV), patógenos comuns nesta época do ano e que têm quadro clínico semelhante à covid-19. 


Abertura de leitos


Atualmente, a Santa Casa BH dispõe de 25 leitos de terapia intensiva, 92 de enfermaria para adultos e 20 de enfermaria para crianças para atendimento ao coronavírus. É o local com o maior número de leitos de Minas Gerais para essa finalidade, podendo chegar a 100 de CTI e 600 de enfermaria. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade