Publicidade

Correio Braziliense

Suspeito em sumiço de mulher em Goiás é preso, mas ela segue desaparecida

Dona de casa Lílian de Oliveira não é vista há três meses, desde que chegou de uma temporada na Colômbia e entrou em carro no aeroporto de Goiânia


postado em 29/05/2020 11:15 / atualizado em 29/05/2020 11:17

(foto: Reprodução )
(foto: Reprodução )
A Polícia Civil do Maranhão prendeu, nessa quinta-feira (28/5), um suspeito de envolvimento no desaparecimento da dona de casa Lílian de Oliveira, de 40 anos. Moradora de Goiânia, a mulher foi vista pela última vez em 13 de fevereiro, no aeroporto de Goiânia.

 

Ainda não se sabe o que aconteceu com Lílian. De acordo com a polícia, o suspeito, que não teve o nome revelado, não falou no interrogatório. A Polícia Civil Do Maranhão desconfia que a mulher esteja morta. A corporação não explicou a relação do homem com a mulher e nem por que ele é suspeito.

 

Ele estava escondido na cidade de Buriticupu e estaria em fuga pelas cidades do Maranhão, já tendo passado por diversas localidades. O suspeito foi encaminhado ao sistema prisional e permanecerá à disposição da justiça.

A Delegacia da cidade informou que o caso será repassado para a Polícia Civil de Goiânia, que investiga o desaparecimento.

 

O desaparecimento de Lilian

Lílian não é vista desde que chegou no Aeroporto de Goiânia após uma temporada na Colômbia. A última aparição dela foi registradas por câmeras de segurança do local, que mostra ela entrando em uma pick-up de cor prata.

(foto: Reprodução )
(foto: Reprodução )


Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade