Publicidade

Correio Braziliense

Brasil passa Espanha no número de mortos por covid-19; 27.878 casos fatais

Brasil confirmou mais 1.124 fatalidades e 26.928 confirmações em 24 horas, chegando ao montante de 27.878 óbitos e 465.166 infecções


postado em 29/05/2020 19:29 / atualizado em 29/05/2020 20:15

(foto: AFP / CARL DE SOUZA)
(foto: AFP / CARL DE SOUZA)
Com crescimento exponencial na curva de casos e mortes pelo novo coronavírus, o Brasil se tornou o país com mais registros de diários no mundo, ultrapassando, inclusive os Estados Unidos nas atualizações. Nesta sexta-feira (29/5), o Brasil confirmou mais 1.124 fatalidades e 26.928 confirmações em 24 horas, chegando ao montante de 27.878 óbitos e 465.166 infecções. A escalada também colocou o país em quinto lugar com mais mortes, em números absolutos, pelo vírus, ultrapassando a Espanha. 

Segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins, a Espanha tem 27.121 mortes. A França, que tem 28.717 perdas, também deve ser ultrapassada pelo Brasil que, por enquanto, ocupa a quinta posição em número de mortes pela covid-19. Está atrás dos Estados Unidos (102.686), Reino Unido (38.243), Itália (33.229) e França, nesta ordem.

No entanto, ao se falar em atualização diária, o Brasil está com os piores números. De acordo com levantamento do site de estatística World Meter, os EUA, líder do ranking geral, computaram 1.080 novas mortes, ou seja, 44 a menos que o Brasil registrou nesta sexta. Quanto aos acréscimos de casos, o país norte-americano aumentou a lista em 20.837 confirmações. Ao se falar em números absolutos, os Estados Unidos mantém a liderança, acumulando 1,74 milhão de infectados. Os números reais de positivos para o novo coronavírus no Brasil podem, no entanto, ser maior do que o dos EUA. Isso porque a subnotificação brasileira é alta. 

Enquanto os dados oficiais dão conta de 465 mil casos da doença, pesquisadores do Portal Covid-19 Brasil, iniciativa da Universidade de São Paulo (USP) e da Universidade de Brasília (UnB), calculam que o número varia entre 3,9 e 5,5 milhões. A estimativa chega a ser 12 vezes maior do que o divulgado. O Ministério da Saúde admite a defasagem de testagem e afirma que aumenta a capacidade dos laboratórios para diminuir essa diferença. 


Pandemia pelo país


Só em São Paulo a covid-19 já matou 7.275 pessoas. Além de São Paulo, outros cinco estados já possuem mais de mil mortes. São eles: Rio de Janeiro (5.079), Ceará (2.859), Pará (2.827), Pernambuco (2.669) e Amazonas (2.011) também já registraram mais de mil mortes cada. Juntos com SP, esses estados somam 22.720 óbitos, ou seja, 81,4% de todas as mortes já confirmadas. Todos os 26 estados do Brasil, mais o Distrito Federal, já registraram casos e mortes.

O Ministério da Saúde divulgou ainda o número de pacientes recuperados da covid-19. Foram liberados 189.476 dos 465.166 pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. Isso representa 40,7% das pessoas que tiveram a doença. Já os brasileiros que não resistiram representa 6,4% desse montante. Outras 247.812 pessoas continuam em acompanhamento. Além disso, 4.245 óbitos estão em investigação. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade