Brasil

Governo quer testar vermífugo em pacientes assintomáticos da covid-19

O ministro Marcos Pontes espera testar a nitazoxanida em ao menos 300 voluntários que contraíram a doença e ainda não apresentaram sintomas

Augusto Fernandes
postado em 09/06/2020 11:10

Marcos PontesO Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) deu início, na segunda-feira (8/6), a um protocolo experimental para testar o vermífugo nitazoxanida em pacientes diagnosticados com covid-19, mas que estão assintomáticos. Segundo o ministro Marcos Pontes, a pasta quer fazer os testes clínicos em ao menos 300 voluntários.

Pontes anunciou a novidade com o presidente Jair Bolsonaro nesta terça-feira (9/6). ;Por que é importante esse protocolo? Porque conseguimos medir a carga viral do início do protocolo e ao longo do tratamento, que dura cinco dias, e mais nove dias de observação. Conseguindo demonstrar que o remédio funciona para a redução dessa carga viral, nós temos uma arma poderosíssima contra os efeitos da covid;, comentou o ministro.

Em abril, em ensaios in vitro na redução da carga viral em células infectadas pelo novo coronavírus. O medicamento também está em teste em pacientes que já apresentaram algum grau de sintoma, como febre ou pneumonia. A pasta, contudo, ainda não chegou a resultados concretos.

Voluntários

Pontes pediu mais voluntários para a testagem da nitazoxanida. ;Se tivéssemos 500 pacientes hoje, em 15 dias teríamos a resposta se ele funciona ou não. As indicações de que ele funcionam são extremamente positivas, o que é uma coisa muito boa para a gente imaginar. A nitazoxanida não tem nenhum efeito colateral. Então, é uma possibilidade de que funcione no combate à covid;, disse o ministro.

O formulário de cadastro para os testes do MCTIC está disponível no site da pasta https://www.testesclinicos.mctic.gov.br/formulario. Quem se interessar também pode ir a um dos 21 hospitais ao redor do país onde estão sendo realizados os experimentos com a droga. No Distrito Federal, os testes clínicos com a nitazoxanida acontecem no Hospital das Forças Armadas (HFA) e no Hospital Regional da Asa Norte (Hran).

Confira a lista com os outros 19 hospitais:

Amazonas

  • Manaus: Complexo Hospitalar Nilton Lins

Goiás

  • Goiânia: Hospital Estadual de Doenças Tropicais Dr. Anuar Auad

Minas Gerais

  • Belo Horizonte: Hospital Eduardo de Menezes
  • Belo Horizonte: Santa Casa de Misericórdia de Belo Horizonte
  • Belo Horizonte: Hospital Mater Dei S.A.

Pará

  • Belém: Hospital da Aeronáutica de Belém

Paraná

  • Curitiba: Complexo do Trabalhador de Curitiba

Pernambuco

  • Recife: Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco

Rio de Janeiro

  • Rio de Janeiro: Hospital Central da Aeronáutica
  • Rio de Janeiro: Hospital da Força Aérea do Galeão
  • Rio de Janeiro: Hospital Naval Marcilio Dias
  • Rio de Janeiro: Hospital Universitário Pedro Ernesto

São Paulo

  • São Paulo: Hospital da Força Aérea de São Paulo
  • São Paulo: Hospital Geral de São Mateus - Dr. Manoel Bifulco
  • São Paulo: Hospital de Transplantes Dr. Euryclides de Jesus Zerbini
  • Mogi das Cruzes: Hospital das Clínicas Luzia de Pinho Melo
  • São Caetano do Sul: Complexo Hospitalar Municipal de São Caetano do Sul
  • Sorocaba: Hospital Regional de Sorocaba Dr Adib D Jatene- Bata Branca
  • Bauru: Hospital Estadual de Bauru

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação