Brasil

Covid-19: comunidades indígenas recebem apoio do ministério da Defesa

Avião da FAB com 23 profissionais de saúde partiu para o município de Atalaia do Norte, no Amazonas

Correio Braziliense
Correio Braziliense
postado em 18/06/2020 01:23
pessoas na frente de um aviãoUma equipe de saúde das Forças Armadas partiu nesta terça-feira (17/6) para o município de Atalaia do Norte (na região do Vale do Javari), no Amazonas. A ideia da ação é prestar apoio a comunidades indígenas no combate à covid-19.

Essa equipe se somará a profissionais da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai). No total, terão médicos de várias especialidades: obstetrícia, endocrinologia, cirurgia geral, ginecologia, gastroenterologia, anestesia, ortopedia e mais três clínicos. O grupo ainda é composto por uma farmacêutica, três enfermeiros e nove técnicos de enfermagem.

O Secretário de Pessoal, Ensino, Saúde e Desporto do Ministério da Defesa, Manoel Luiz Narvaz Pafiadache pontua que o apoio às comunidades faz parte de um esforço para limitar os efeitos da doença: ;Apoiamos e cuidamos da população que se encontra em localidades de difícil acesso, e nela se incluem muitos indígenas, graças ao trabalho das Forças Armadas, em conjunto com outros Ministérios e Órgãos. Já levamos médicos e insumos para as regiões do Alto Rio Negro e do Alto Solimões. A intenção, agora, é continuar trabalhando de forma ininterrupta para minimizar os efeitos da COVID-19 nessas áreas;.

*Com informações do ministério da Defesa

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação