Brasil

Brasil tem mais de 1 milhão de casos confirmados de covid-19

A contabilização foi feita pelo consórcio de veículos de comunicação que aponta, ainda, 48.427 brasileiros mortos pela doença

Bruna Lima
postado em 19/06/2020 14:34
Os números que já são altos e chamam atenção, podem ser ainda maiores por causa da subnotificaçãoO Brasil ultrapassou a barreira de um milhão de casos confirmados de covid-19, nesta sexta-feira (19/6), mesmo com avaliação de elevadas taxas de subnotificação pela falta de diagnóstico. O balanço foi feito pelo consórcio de veículos de imprensa, colaboração formada após o governo federal anunciar mudanças na atualização dos dados e chegar a suprimir o acumulado de casos e mortes.

O número de brasileiros vitimados pela pandemia é de 48.427, aponta a contabilização da parceria formada entre O Globo, Extra, O Estado de S.Paulo, Folha de S.Paulo, G1 e UOL.

[SAIBAMAIS]Com diminuição de casos e mortes registrados por dia no Norte e Nordeste, o Ministério da Saúde afirmou em coletiva desta quinta-feira (18) que o Brasil caminha para uma estabilização. O secretário de Vigilância em Saúde, Arnaldo Correia, disse que, ainda que o pico esteja em ascensão no Centro-Sul, a doença não deve impactar da mesma forma como o que ocorreu no Norte e Nordeste, regiões que primeiro sentiram a gravidade do vírus no país.

Apesar da estabilidade notada, o secretário ressaltou que é preciso confirmar se essa tendência permanece nos próximos 15 dias. ;Precisamos acompanhar os novos dados e a evolução nos estados e no país como um todo;, disse. Segundo ele, essa estabilização pode ser notada em todas as regiões do Brasil.

Os números que já são altos e chamam atenção, podem ser ainda maiores por causa da subnotificação. Pesquisadores responsáveis pelas análises do portal Covid-19 Brasil, estimam que o total de infectados chega a ser quase nove vezes maior do que o revelado pelos dados oficiais, com variação entre 8,7 milhões e 5,9 milhões de confirmações pela doença.

No caso da estimativa mais extrema, o Brasil teria mais doentes do que o total confirmado no mundo que, segundo a Universidade Johns Hopkins, o montante global chega a 8,5 mi. Considerando a média da estimativa, o número de brasileiros infectados seria de 7,2 milhões, ou seja, três vezes mais do que os Estados Unidos, que tem 2,2 mi confirmações.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação