Brasil

Pandemia desacelera no AM

postado em 26/06/2020 04:04

Após três meses de combate à covid-19, o Amazonas registrou queda na letalidade da doença. O estado foi um dos mais afetados pela doença no país e um dos primeiros a apresentar esgotamento do sistema de saúde. De acordo com os dados do boletim da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), não houve registro de morte na quarta-feira. Ontem, o estado totalizava 67.267 casos e 2.731 óbitos, com acréscimo de 21 mortes em todo o estado; cinco, em Manaus.


Em um vídeo postado nas redes sociais, o governador Wilson Lima comemorou o marco de zero mortes e agradeceu a todos os profissionais da saúde.


Entre os dados levantados pela Secretaria de Saúde do Amazonas está a queda da mortalidade da doença. Enquanto no dia 19 de abril o estado marcava 8,9% de letalidade da doença, na quarta-feira, a taxa chegou a 4,06%, menos da metade que o registrado anteriormente; e uma taxa menor que a média nacional, de 4,5%.


Médica do Hospital de Base e do Hospital do Coração, Magali Meirelles explica que a queda nos números do Amazonas pode estar relacionada com o fato de o estado ter sido um dos primeiros atingidos pela doença. ;O que está claro é que a pandemia não chegou ao mesmo tempo em todos os locais. No Norte, as coisas aconteceram mais cedo que no Centro-Oeste, por exemplo, que já começa a demonstrar uma subida mais íngreme; enquanto no Amazonas, a curva começa a descer;, destaca.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação