Publicidade

Correio Braziliense

Ciclone atinge Santa Catarina e deixa ao menos três mortos

As rajadas de vento passaram dos 100km/h em algumas áreas


postado em 30/06/2020 21:23 / atualizado em 30/06/2020 21:39

(foto: CBMSC/Divulgação )
(foto: CBMSC/Divulgação )
Um ciclone provocou estragos e deixou ao menos três mortos em Santa Catarina, nesta terça-feira (30/6). De acordo com o Corpo de Bombeiros local (CBMSC), todas as regiões do estado foram atingidas por fortes ventos e chuvas. Os principais registros foram de queda de árvores e destelhamentos. 

Até as 18h desta terça-feira, três mortes foram registradas pelo CBMSC. Uma idosa de 78 anos, que faleceu em Chapecó ao ser atingida por uma árvore. Um homem, em Santo Amaro da Imperatriz, que foi atingido por fios de alta tensão e um óbito em Tijucas, além de uma pessoa desaparecida. A ocorrência no município está em andamento.

As rajadas de vento passaram dos 100km/h em algumas áreas. De acordo com a Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc), até as 17h eram 1,5 milhão de unidades sem energia elétrica no estado. O mau tempo foi provocado pela formação e deslocamento de um ciclone aliados a uma frente fria. De acordo com a companhia, equipes estão em campo nesse momento, atuando nas áreas atingidas. 

As cidades de Florianópolis, Curitibanos, Blumenau, Criciúma, Lages, Chapecó, Itajaí, Tubarão, Canoinhas, São José, Joçaba, Balneário Camboriú, Xanxerê e Rio do Sul foram algumas das que acionaram o Corpo de Bombeiros com ocorrências nesta terça. 

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF-SC), ainda há muito vento e chuva, e árvores caídas em várias rodovias. Alguns dos locais onde a pista foi ou está interditada são a BR-470, em Blumenau, Ascurra, Lontras e Rio do Sul; a BR-116 em Mafra, Monte Castelo; BR-282, Joaçaba, Campos Novos, Vargem, Xanxerê, São José do Cerrito, Bom Retiro Rancho Queimado; e BR-101 em Itajaí, Biguaçu, Paulo Lopes e Tubarão; BR-153 em Concórdia; e BR-280 em Araquari.

A orientação é para a população permanecer em local seguro e relatar as ocorrências para a Defesa Civil (199) e Corpo de Bombeiros (193). Já as emergências relativas à rede elétrica no 0800 048.0196.




Com informações do Estado de Minas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade