Publicidade

Correio Braziliense

Rio de Janeiro divulga regras de pontuação para reabertura

Governo diz que estado do Rio está com risco moderado


postado em 09/07/2020 09:23 / atualizado em 09/07/2020 09:34

(foto: MAURO PIMENTEL/AFP)
(foto: MAURO PIMENTEL/AFP)
O governo do estado do Rio de Janeiro divulgou documento com as regras de flexibilização do isolamento social e critérios para a reabertura gradual, após as restrições impostas em março pela pandemia de covid-19.

Chamado de Pacto Covid RJ, o indicador da Secretaria Extraordinária de Covid-19 do Estado aponta que, neste momento, o Rio de Janeiro encontra-se em risco moderado de contágio pela doença, na faixa laranja, somando 10 pontos.

A tabela está dividida em cinco cores. A roxa indica um risco muito alto de transmissão do novo coronavírus; a vermelha indica risco alto; na laranja o risco é moderado; com a amarela significa que é baixo; e a verde aponta para um risco muito baixo.

Para enquadrar o estado nas faixas de cores são usados seis indicadores, três deles relativos à capacidade do sistema de saúde de atender os pacientes de covid-19 e três indicadores epidemiológicos, com o número de novos óbitos pela doença,  casos e percentual de testes positivos em relação ao total dos exames realizados.
 
 

Bandeira laranja

 
Para cada indicador é atribuído um número de pontos de acordo com a situação do estado. Até 9 pontos na tabela, o risco é baixo, com bandeira amarela. De 10 a 18 pontos, o risco é moderado e a bandeira é laranja. Com 19 a 30 pontos, o risco é alto e de 31 a 40 fica muito alto, exigindo as medidas máximas de restrição.

Segundo o levantamento, a situação atual está com 3 pontos para ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), 4 para ocupação de leitos de enfermaria e 3 para a taxa de testes positivos, que está em 48%, ou seja, quase a metade dos testes feitos dá positivo. Os demais indicadores estão com zero ponto, ou seja, no risco mínimo.

Com a bandeira laranja, deve ser feito o distanciamento social ampliado 1. Além do isolamento domiciliar e monitoramento de casos sintomáticos e contatos, devem ser garantidos o distanciamento social, a redução de contato, restrição de atividades que gerem aglomeração, suspensão de atividades escolares presenciais, avaliação da suspensão de atividades econômicas não essenciais e adequação de horários nos setores econômicos abertos para reduzir aglomerações nos sistemas de transporte.
 
 

Regras de reabertura

 
Segundo a secretária extraordinária de Ações Integradas da Covid-19, Flávia Barbosa, o documento, divulgado ontem (8) à noite, dá transparência às regras de reabertura e será atualizado a cada duas semanas.

“O novo Pacto Covid vai diminuir os ruídos de informação sobre os critérios técnicos usados pelo governo do estado na pandemia e tornar mais claras para a população as decisões sobre flexibilização das medidas. Vamos atualizar o Pacto Covid quinzenalmente, e também haverá um boletim epidemiológico semanal”, disse ela.

Os critérios usados no estudo foram validados pelo Conselho Nacional dos Secretários de Saúde (Conass), pelo Conselho Nacional das Secretarias Municipais de Saúde (Conasens) e pela Organização Pan-Americana de Saúde (Opas). A análise dos dados epidemiológicos é feita diariamente.

A avaliação regional de risco indica que a região norte do Estado do Rio é a única com bandeira amarela, mas com possibilidade de regredir para laranja.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade