Publicidade

Correio Braziliense

Flamengo x Fluminense: Fla vence ida; volta será na 4ª com transmissão do SBT

Primeira partida da final do Campeonato Carioca terminou com vitória do rubro-negro por 2 a 1. Gabigol foi expulso e é desfalque


postado em 12/07/2020 18:31 / atualizado em 12/07/2020 20:42

(foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
(foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
O Flamengo saiu na frente na disputa contra o Fluminense pela taça do Campeonato Carioca. Pedro e Michael marcaram para o rubro-negro, que venceu o primeiro jogo da final, por 2 x 1, neste domingo (12/7), no Maracanã. Evanílson descontou para o tricolor. Por causa da pandemia de covid-19, a partida foi disputada sem a presença de público e com transmissão exclusiva da Flu TV, pelo YouTube. A grande decisão será na quarta-feira (15/7), também no Maracanã, mas será exibida pela Fla TV e pela tevê aberta, no SBT.

Com a vantagem no primeiro jogo, o Flamengo joga por um empate para levar o título do Estadual. O rubro-negro, porém, terá o desfalque de Gabriel Barbosa, expulso neste domingo por demorar a sair de campo, no que seria a última substituição da partida. Já o Fluminense precisa de uma vitória por dois gols de diferença para sair campeão. Em caso de triunfo do tricolor por um gol de vantagem, a decisão vai para os pênaltis, assim como ocorreu na Taça Rio, há quatro dias. 
 
A "lei do ex" valeu novamente no Fla-Flu que, agora, coloca frente a frente o campeão da Taça Guanabara com o vencedor da Taça Rio. Centroavante revelado nas Laranjeiras, Pedro já havia marcado com a camisa do Flamengo contra o ex-clube na final na última quarta-feira — em que o Fluminense levou o título da Taça Rio nos pênaltis após empate em 1 x 1. No reencontro entre os dois clubes, neste domingo, ele voltou a confirmar a fama de goleador.

Aos 27 minutos do primeiro tempo, Pedro aproveitou jogada rápida com Vitinho, Arrascaeta e Diego e colocou o clube da Gávea na frente do placar. O Flamengo começou a partida com uma formação diferente do habitual. Gustavo Henrique, Diego, Vitinho e Pedro entraram como titulares, nas posições em que costumam atuar Léo Pereira, Gerson, Everton Ribeiro e Bruno Henrique, esse último poupado devido a dores na panturrilha esquerda. 

O Fluminense também não contou com o elenco completo. Horas antes da partida, o clube informou que um jogador teve exame confirmado para covid-19, sem revelar o nome. Fred e Paulo Henrique Ganso já estavam cortados, por lesão, nos últimos dias. Mas Nino e Wellington Silva também desfalcaram a equipe no primeiro duelo da final. 

Com um volume de jogo maior no meio-campo e buscando mais o ataque do que no último clássico, o Fluminense mostrou que levou a confiança da vitória recente contra o rival para a decisão do Carioca. Apesar de sair atrás no placar, o tricolor conseguiu o empate aos 14 minutos do segundo tempo. Em contra-ataque pela esquerda, Egídio cruzou e Evanilson, dentro da área, se antecipou a Gustavo Henrique para marcar de cabeça. 
 
Após sofrer o gol, Jorge Jesus colocou Michael, Everton Ribeiro e Gerson em campo. O trio deu velocidade ao Flamengo, que voltou a balançar as redes em uma jogada de contra-ataque que começou com belo lançamento de Rafinha. Na lateral do campo, Gabigol dominou a bola se antecipando ao marcador Egídio, que ficou no chão, e em seguida encontrou Michael livre na área para apenas empurrar para o fundo das redes.

O gol garantiu vantagem importante para a decisão na próxima quarta. Mas, já nos últimos minutos, Gabigol protagonizou o lance mais polêmico do jogo. Após ser anunciado que seria substituído, o atacante demorou para sair de campo e o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães o penalizou com o cartão amarelo. Como o jogador já tinha sido amarelado aos 39 minutos do primeiro tempo, por uma falta pouco mais dura, ele acabou expulso e não jogará a grande final. 
 
Expulso, Gabigol está fora da próxima partida(foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
Expulso, Gabigol está fora da próxima partida (foto: Alexandre Vidal/Flamengo)
 

FICHA TÉCNICA:

FLUMINENSE 1 x 2 FLAMENGO

FLUMINENSE: Muriel; Gilberto, Matheus Ferraz, Digão e Egídio; Dodi (Michel Araújo), Hudson e Yago Felipe (Yuri Lima); Nenê (Miguel), Marcos Paulo (Caio Paulista) e Evanilson (Fernando Pacheco). 
Técnico: Odair Hellmann.

FLAMENGO: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Willian Arão, Diego (Everton Ribeiro), Vitinho (Gerson), Arrascaeta (Michael); Gabriel e Pedro (Pedro Rocha).
Técnico: Jorge Jesus.

GOLS: Pedro, aos 28 minutos do primeiro tempo. Evanilson, aos 14, e Michael, aos 27 minutos do segundo tempo.
 
CARTÕES AMARELO: Rodrigo Caio, Marcos Paulo, Matheus Ferraz, Vitinho, Gilberto e Gerson.
 
CARTÃO VERMELHO: Gabriel Barbosa.
 
ÁRBITRO: Wagner do Nascimento Magalhães.
 
LOCAL: Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade