Brasil

Governo suspende queimadas controladas na Amazônia e Pantanal por 120 dias

Ação faz parte da tentativa do governo de dar uma resposta à degradação ambiental no país e melhorar a imagem do Brasil perante aos empresários e investidores

Sarah Teófilo
postado em 16/07/2020 10:03
O período de seca já se iniciou no país e o risco de aumento de queimadas tem sido debatidoO governo federal publicou um decreto que proíbe queimadas por 120 dias em todo o país. O documento assinado pelo presidente Jair Bolsonaro foi publicado no Diário Oficial da União (DOU), desta quinta-feira (16/7). Na região da Amazônia Legal e Pantanal, ficam proibidas inclusive as queimadas controladas.

No restante do território, ficam permitidas em caso de "práticas de prevenção e combate a incêndios realizadas ou supervisionadas pelas instituições públicas responsáveis" pelas ações para evitar incêndios florestais no país.

Também é permitido realizar queimadas em caso de "práticas agrícolas de subsistência executadas pelas populações tradicionais e indígenas", atividades científicas realizadas por Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICTs), "desde que autorizadas pelo órgão ambiental competente", além de controle fitossanitário.

[SAIBAMAIS]As queimadas controladas são permitidas apenas fora da Amazônia Legal e Pantanal, "quando imprescindíveis à realização de práticas agrícolas", e com autorização prévia do órgão ambiental do estado.

O período de seca já se iniciou no país e o risco de aumento de queimadas tem sido debatido. No ano passado, país bateu recorde de área queimada, conforme dados do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe). A ação do governo federal é uma resposta perante às cobranças por parte de empresários do Brasil e investidores internacionais, que têm questionado o aumento de degradação ambiental na Amazônia.

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação