Brasil

Covid-19: Brasil registra 1.367 mortes e 41.008 casos em 24 horas

Com isso, o país já soma 81.487 vítimas pela doença e 2.159.654 casos

Bruna Lima, Maria Eduarda Cardim
postado em 21/07/2020 18:54
Profissionais de saúde em hospital do RioO Brasil voltou a registrar mais de mil mortes e 40 mil casos pelo novo coronavírus nesta terça-feira (21/7), de acordo com a atualização feita pelo Ministério da Saúde. Nas últimas 24 horas, 1.367 óbitos e 41.008 novas infecções foram confirmadas pela pasta e, com isso, o Brasil já soma 81.487 vítimas pela doença e 2.159.654 casos.

Com as altas notificações diárias, o Brasil se mantém em segundo lugar no ranking de países com mais mortes e casos da covid-19 no mundo desde 12 de junho, quando ultrapassou o Reino Unido. Desde então, na frente do Brasil, tanto em relação ao número de óbitos quanto ao número de casos, há somente os Estados Unidos, com 141.426 mortes e mais de 3,8 milhões de infectados, de acordo com a Universidade Johns Hopkins.

Dentro do país, a maioria dos estados já acumula mais de mil óbitas pela covid-19. Das 27 unidades federativas, 20 integram essa lista. Quem lidera o ranking brasileiro é São Paulo, com 20.171 óbitos pelo novo coronavírus. O Rio de Janeiro é o segundo com mais fatalidades, com 12.293 vítimas da doença. Os dois são os únicos estados que têm mais de 10 mil mortes.

[SAIBAMAIS]Em seguida estão: Ceará (7.284), Pernambuco (6.089), Pará (5.553), Amazonas (3.169), Bahia (2.936), Maranhão (2.778), Espírito Santo (2.280), Minas Gerais (2.071), Rio Grande do Norte (1.621), Paraíba (1.558), Alagoas (1.428), Paraná (1.415), Mato Grosso (1.400), Rio Grande do Sul (1.349) e Sergipe (1.182), Piauí (1.140), Distrito Federal (1.158) e Goiás (1.154)

No pé da tabela, somente quatro estados se mantém abaixo da marca de 500 óbitos pela covid-19. São eles: Acre (469), Roraima (435), Tocantins (308) e Mato Grosso do Sul (248).
[VIDEO1]

Tags

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação