Publicidade

Correio Braziliense

Peixes morrem durante lavagem de tanques

Operação de emergência consegue resgatar cerca de 500 espécimes


postado em 30/04/2008 14:12 / atualizado em 30/04/2008 14:28

Funcionários do Parque da Cidade precisaram de muita habilidade para fazer o trabalho de socorro a 500 peixes que se debatiam e agonizavam no leito dos tanques, já quase vazios, da Praça das Fontes, na manhã desta terça-feira. Milhares não resistiram. A administradora do parque, Joseni Ferreira disse que se esqueceu dos peixes quando pediu à Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) que limpasse os tanques. Inicialmente, no entanto, Joseni relatou que a administração havia sido pega de surpresa e que buscava o responsável pelo ato. “A praça está passando por um projeto de revitalização e a Administração de Brasília é a responsável pela obra”, afirmou a administradora. “Houve uma falha de comunicação, pois se soubéssemos que as piscinas seriam esvaziadas teríamos realizado uma operação mais ampla de transporte dos peixes”, completou. O administrador de Brasília, Ricardo Pires, admitiu a responsabilidade pela reforma, mas afirmou que a obra ainda não começou. “O projeto está ainda sob os cuidados do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), já que a Praça das Fontes foi desenhada pelo paisagista Roberto Burle Marx e não pode ter a arquitetura alterada”, explicou. “Jamais faríamos uma limpeza assim. Eu já tive vários aquários e sei como proceder em caso de limpeza. Quem fez isso é um irresponsável ou está muito despreparado”, acusou. Leia mais na edição impressa

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade