Publicidade

Correio Braziliense

Motivos banais provocam homicídios

Pesquisa da UnB sobre violência mostra que 70% dos homicídios registrados no DF acontecem por conflitos que poderiam ser resolvidos de outra forma.


postado em 01/05/2008 10:55 / atualizado em 01/05/2008 11:00

Estudo inédito da Universidade Brasília (UnB), em fase preliminar, mostra que 70% dos homicídios cometidos no Distrito Federal são causados por conflitos interpessoais.São situações como brigas de gangues, discussões em bares, violência doméstica e desavenças de trânsito. Ao contrário da idéia comum, a maioria das mortes não está relacionada à violência contra o patrimônio, nem ao tráfico de drogas. Dentro do número de mortes por conflitos interpessoais, mais da metade já conhecia o agressor e tinha com ele uma disputa ou rixa do passado. Na opinião do professor Arthur Trindade, coordenador do Núcleo de Estudos sobre a Violência da UnB, as informações mostram que faltam políticas públicas de prevenção à vida. " E stas mortes poderiam ter sido evitadas se o estado tivesse atuado na resolução do conflito". “Muitos crimes estão relacionados à falta de cultura, de educação dos envolvidos”, afirma o diretor da Polícia Civil do DF, Cleber Monteiro. “O ideal é que as pessoas desenvolvam um maior controle emocional, procurando resolver suas questões no diálogo ou recorrendo à mediação”, sustenta. A média no DF , nos últimos três anos, foi de cerca de 600 homicídios por ano. Leia mais na edição impressa do Correio Braziliense deste sábado

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade