Publicidade

Correio Braziliense

Operação Carcará

 


postado em 26/09/2008 16:03 / atualizado em 26/09/2008 19:40

Os principais itens apreendidos pela Operação Carcará, da Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram equipamentos eletrônicos sem nota fiscal. É o que revela o balanço parcial divulgado nesta sexta-feira (26/09). Além dos eletrônicos, a polícia madados, arma, munições. O objetivo da operação é aumentar a segurança no acesso ao Distrito Federal. Até a madrugada dessa quinta-feira (25/09), os agentes já haviam realizado comandos de combate a criminalidade em todas as rodovias federais. Foram feitas xx cumprimento de mandato de prisão de foragidos da justiça. Um dos presos na ação foi Jurandir da Silva Oliveira, encontrado na BR 040. Ele possuía mandado de prisão em aberto e foi encaminhado ao Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops) de Luziânia (GO). Entre as apreensões de ontem está uma pistola Colt 45 de calibre restrito, também na Br 040. Até então não houve apreensão de drogas. Os materiais mais encontrados foram armas, munições, CDs, DVDs e objetos eletrônicos sem nota fiscal. Também foram notificados alguns crimes de trânsito relativos a falsificação de documentos. "A intenção é sufocar a criminalidade nas rodovias federais principalmente no período da Copa do Mundo de Futsal e das eleições municipais", diz Raquel Nunes da comunicação do 1º Distrito Regional de Polícia Rodoviária Federal/DF. A ação teve início no último dia 19 pela Polícia Rodoviária Federal e opera nas principais rodovias que cruzam o Distrito Federal e o Entorno - 020, 040, 050, 060, 070, 080, 251 e 450. As ações são realizadas todos os dias até XXXX de outubro (?????). Os locais e horários da fiscalização são alternados.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade