Publicidade

Correio Braziliense

Homem é morto por linchamento em Ceilândia

 


postado em 06/12/2008 11:00 / atualizado em 06/12/2008 14:50

Evanildo da Cunha Pereira, de 26 anos, morreu no início da manhã deste sábado (06/12) depois de ter sido linchado por populares na Ceilândia. Segundo informações preliminares, ele tentava roubar a bolsa de uma mulher que estava saíndo de casa na chácara 1 do condomínio Cinco Estrelas, no Sol Nascente, para ir ao trabalho. Ao ameaçar a auxiliar de serviços gerais com uma faca, ela gritou por ajuda. Pessoas que ouviram o pedido de socorro iniciaram uma sessão de espancamento no local. Segundo a cunhada de Evanildo, Girlene Santos Silva, 26 anos, o rapaz não teria motivos para cometer o assalto. "Ele tinha dinheiro porque tinha acabado de pedir demissão. Ele arranjou emprego melhor", afirmou a dona-de-casa. Evanildo passou a madugada de sábado em um bar. "Apesar de estranhar o fato não dúvido que ele tenha assaltado a moça. Ele estava bêbado", conta. Girlene disse ainda que a família ficou surpresa com o ocorrido. No entanto, Girlene questiona a atitude dos populares. "Eles não poderiam ter amarrado o Evanildo e ter chamado a polícia? Precisava usar a violência?". Ainda não há informações sobre quantos participaram do ato de bárbarie. "Os relatos das testemunhas e o estado do corpo indicam que houve linchamento", afirma o delegado Rogério Dantas, que esteve no local. Conhecido como Queixada, Evanildo já tinha passagem por roubo e cumpria prisão domiciliar. A resposta violenta da população aconteceu por volta das 6h30. A investigação para saber quem são os autores será feita pela Polícia Civil. O rapaz deixa mulher e dois filhos, um de três anos e outro de cinco meses. Ele morava com a família no Pôr do Sol, em Ceilândia.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade