Publicidade

Correio Braziliense

Julgamento de PMs é adiado pela terceira vez

 


postado em 04/06/2009 09:34 / atualizado em 04/06/2009 09:36

A Justiça de São Desidério (BA) adiou para setembro o julgamento dos cinco policiais militares acusados de assassinar e torturar dois brasilienses no interior da Bahia. Pela terceira vez em dois anos, a comarca deixa em aberto a condenação dos suspeitos de matar o policial civil do DF Jésus Antônio de Oliveira e o técnico do Ministério da Fazenda Daniel Pereira da Silva, em fevereiro de 1998. Desta vez, a sessão acabou suspensa porque um dos jurados passou mal. O juiz optou por desconstituir o júri e marcar outra data. “Foi mais uma manobra vergonhosa da defesa”, reclamou o presidente do Sindicato dos Policiais Civis do DF, Wellington de Sousa. Os familiares da vítimas, executadas pelos PMs depois de confundidas com assaltantes de ônibus, aguardam julgamento há 11 anos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade