Publicidade

Correio Braziliense

Valente autoriza convocação de substitutos para o lugar de professoras gestantes


postado em 13/08/2009 18:01

Mais de 1,7 mil professores já começaram a serem chamados para substituir as gestantes que trabalham nas escolas. As grávidas que trabalham no serviço público do DF foram dispensadas do trabalho por 10 dias por um decreto do governador José Roberto Arruda como forma de prevenir a contaminação das gestantes pela gripe A. As grávidas, crianças e idosos fazem parte do grupo de risco da nova gripe. Os 1,7 mil professores que estão prontos para substituírem as gestantes dispensadas trabalham como coordenadores pedagógicos e pedagogos das equipes especializadas de apoio à aprendizagem. Caso haja necessidade o secretário de Educação, José Luiz Valente, poderão ser convocados docentes temporários do banco de professores substitutos. Quase 80% dos servidores ativos da Secretaria de Educação são mulheres,44.630 servidoras, mas a Secretaria não sabe quantas estão grávidas e precisarão ser substituídas.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade