Publicidade

Correio Braziliense

Preso mandante de crime na Vila Planalto


postado em 16/09/2009 20:08 / atualizado em 16/09/2009 20:08

Depois de um mês e meio de procura, policiais da 5ª DP (Setor Central) prenderam um homem acusado de encomendar e fornecer arma no homicídio de José Luiz Silva de Medeiros, 30 anos, e Elon Rocha Mota, 37, no dia 25 de julho.

De acordo com o delegado-chefe Laércio Rossetto, Arisson de Souza Pires, 19 anos, conhecido como "Porquinho", disputava espaço no tráfico de drogas na Vila Planalto com José Luiz, e por isso, mandou um adolescente executá-lo. No começo de agosto os policiais conseguiram prender três dos quatro integrantes da quadrilha de Porquinho, faltando somente ele, considerado o mais perigoso do grupo.

Desde o dia 1º de setembro Arisson estava preso por receptação em Águas Lindas, mas usava o nome de Diego. Depois de investigarem, os policias conseguiram encontrá-lo na tarde desta quarta-feira (16/9).

O rapaz poderá pegar de 12 a 30 anos de prisão pelos homicídios.

Memória

No dia 25 de julho a quadrilha composta por Porquinho, sua namorada, Kelen Cruz Almeida, 19, um adolescente e Glates Soares Ferreira da Silva, 21 anos, mataram com quatro tiros na cabeça e um no coração outro traficante. O crime ocorreu em um lava à jato na Vila Planalto, por volta das 22h. A vítima, José Luiz Silva, estava em liberdade provisória, e tinha passagem por homicídio, cinco roubos e um latrocínio.

De acordo com policiais da 5ª DP, a outra vítima, Elon Rocha, seria uma usuária de crack e morreu com um tiro na cabeça e outro no tórax. A garota foi usada como escudo por José Luiz.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade