Publicidade

Correio Braziliense

Indústrias gráficas recebem licenças ambientais do Ibram


postado em 01/12/2009 16:36 / atualizado em 01/12/2009 16:37

O Instituto Brasília Ambiental (Ibram) entregou as seis primeiras licenças ambientas para as gráficas do Distrito Federal. De acordo com o Ibram, outras 40 empresas estão na lista de espera. A iniciativa prevê orientações sobre medidas necessárias para que a atividade não cause danos ao meio ambiente. Em 2008, foi promovida uma operação nas gráficas do DF para verificar se esses estabelecimentos respeitavam as normas ambientais e se tinham licenciamento. Constatou-se que a maioria dos locais funcionava de forma irregular do ponto de vista ambiental. Os resíduos produzidos pela atividade eram despejados diretamente na rede de esgoto, sem qualquer tratamento, e os dejetos sólidos também eram descartados sem o devido cuidado. Os empresários solicitaram a ajuda do Sindicato das Indústrias Gráficas (Sindgraf-DF) para regularizar a situação. Para adquirir o licenciamento ambiental as empresas deveriam providenciar o Plano de Controle Ambiental (PCA), um estudo que consta o tipo e quantidade de resíduos produzidos e a melhor forma de eliminar esse material. O Sebrae apoiou esse empresários para que pudessem viabilizar esse estudo, e com isso contribui para a adequação ambiental desses empreendimentos.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade