Publicidade

Correio Braziliense

Paulo Octávio deve se desfiliar do DEM até terça-feira


postado em 18/02/2010 21:17 / atualizado em 18/02/2010 21:57

A renúncia de Paulo Octavio (DEM) ao governo do Distrito Federal ainda não tem data definida. No entanto, a desfiliação do governador em exercício junto ao Democratas deve sair até terça-feira (23/2).

A informação é da assessoria de imprensa do próprio Paulo Octávio. Ele teria conversado informalmente por telefone com o líder do partido no Senado, Agripino Maia (DEM-RN), comentando que prefere poupar a sigla do constragimento de ter de expulsá-lo. Na mesma conversa, o governador interino teria dito que não se incomodaria tanto em sair, pois não vai se candidatar ao GDF em 2010.

Quanto à saída do cargo de governador do DF, Paulo Octávio disse que espera a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre a possibilidade de intervenção federal. Ele já tem sua carta-renúncia redigida, mas "por respeito a cidade de Brasília" não quer antecipar nada.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade