Publicidade

Correio Braziliense

Operação de combate à dengue está no Arapoanga


postado em 08/04/2010 15:52 / atualizado em 08/04/2010 15:53

Começou nesta quinta-feira (8/4) mais uma etapa da operação de combate à dengue no Distrito Federal. Dessa vez, a ação é realizada no Arapoanga, em Planaltina. “Estamos concentrados no Arapoangoa, o bairro representa 35% dos casos de dengue registrados em Planaltina, mais de 200 pessoas já foram infectadas aqui”, explica o diretor de Vigilância Ambiental em Saúde, Laurício Monteiro Cruz.

De janeiro a março deste ano, foram confirmados 3.151 casos da doença em todo o Distrito Federal, o que representa 2.058% a mais do que as 146 infecções registradas no mesmo período de 2009. A Vila Planalto ainda é a cidade onde há o maior número de casos de dengue, com 614 pessoas infectadas, mas a situação deve mudar.


Segundo Laurício Monteiro, para a próxima semana, a previsão é de que o incomodo primeiro lugar seja ocupado por Planaltina. “A Vila Planalto é bem menor geograficamente. Lá nós estamos conseguindo fazer as ações de manejo com uma abrangência maior do que aqui, mas já estamos trabalhando para controlar a situação”, diz Monteiro.

Ação
Desde as 9h desta quinta-feira (8), cerca de 120 agentes da vigilância ambiental trabalham na conscientização sobre o controle da dengue. Nos próximos dias, o trabalho deve continuar. Os agentes também explicarão à população como deve ser feito o recolhimento do material para a coleta.

 

Os moradores devem separar pneus, vasos de plantas, garrafas pet e qualquer objeto que possa acumular água. O material será recolhido pelo Serviço de Limpeza Urbana (SLU) na segunda (12/4) e terça-feira (13/4).

A partir de quarta-feira (14/4), terão início as ações específicas para eliminação dos focos da doença. Depois que a cidade estiver limpa, serão feitas visitas nas casas e aplicação de fumacê em todos os bairros. Esses serviços devem ser concluídos em 23 de abril.

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade